Menu
segunda, 28 de setembro de 2020
Cidade Morena

14 de Julho deixa de ser rua suja e se torna orgulho da população com reforma, diz prefeito

Ele destaca que agora os campo-grandenses não devem trocar o Centro por passeios no shopping

18 fevereiro 2019 - 17h00Por Dany Nascimento

Com sorriso no rosto, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) fala do desenvolvimento das obras do Reviva Centro, realizadas na Rua 14 de Julho, no Centro de Campo Grande. O Chefe do Executivo destaca que mesmo trazendo desconforto para comerciantes que atuam na região, a prefeitura não poderia cruzar os braços e deixar de utilizar o recurso.

“As obras estão lindas, traz o desconforto, mas se você for lá e vê a primeira etapa quase concluída, não tem quem não elogia. Agora traz o desconforto, lógico, é reforma, é revitalização. Agora tínhamos essa opção ou cruzava os braços e perdia todo o recurso do BID, que há mais de 14 anos todo mundo gostaria de executar essa obra”, diz o prefeito.

Trad relembra que a 14 de Julho era uma rua suja, que não gerava orgulho para a população. “Eu escolhi utilizar o recurso e não deixar do jeito que estava, com ruas sujas, com a 14 de Julho empilhada de vendedores ambulantes, sem iluminação, sem segurança. Se seu parente viesse do interior não levaria para comprar coisas na cidade, levaria eles para um shopping”.

Alguns trechos da Rua 14 de Julho seguem interditadas. O trecho entre a Rua 15 de Novembro e Avenida Afonso Pena também. A obra conta com um total de U$ 56 milhões de dólares em investimentos. De acordo com a prefeitura, a reforma deve ser concluída até novembro.

Leia Também

Força-tarefa faz devassa em lojas 'xing ling' e flagra 'show de riscos' ao consumidor na Capital
Cidade Morena
Força-tarefa faz devassa em lojas 'xing ling' e flagra 'show de riscos' ao consumidor na Capital
Corpo de bebê que caiu no Rio Paraguai é encontrado pelos bombeiros
Interior
Corpo de bebê que caiu no Rio Paraguai é encontrado pelos bombeiros
Brasil tem 317 mortes por covid-19 em 24 horas e total chega a 142 mil
Geral
Brasil tem 317 mortes por covid-19 em 24 horas e total chega a 142 mil
Glenda começou geleias caseiras para visitar filha, mas sabor caiu no gosto do campo-grandense
Algo mais
Glenda começou geleias caseiras para visitar filha, mas sabor caiu no gosto do campo-grandense