Menu
segunda, 20 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

Vizinho usa calçada como quintal de casa e 'pedestres que lutem' na Vila Cidade Morena

A atitude deixou moradores revoltados; população pede uma solução para a prefeitura

23 agosto 2020 - 13h30Por Dany Nascimento

Uma mulher de 35 anos, que terá o nome preservado, está revoltada com o descaso de um morador da Rua Israelândia, com a Rua Serra da Canastra, bairro Cidade Morena, em Campo Grande. O vizinho cercou a calçada para fazer de quintal, impedindo a passagem de pedestres no local.

Ela destaca que o homem é morador antigo e se apossou de 12 metros de calçada, fazendo com que os pedestres trafeguem pela rua. “Ele invadiu a esquina, cercou o pedaço e usa há mais de 30 anos. Ele plantou diversas árvores na calçada. Fica uma sujeira imensa ali. Tem tijolos, ele está obstruindo a calçada”, diz a moradora.

Ela relata que a maioria dos vizinhos já fez denúncia na prefeitura, mas até hoje, nada foi feito. “Isso que ele fez está errado, calçada é para a circulação de pedestres. A prefeitura precisa fazer alguma coisa, não queremos prejudicar o morador, queremos ter o direito de usar a calçada, porque se todo mundo começar a cercar as calçadas, ai sim teremos problemas”.

Além disso, a moradora destaca que a frente das casas da Rua Serra da Canastra vive com entulhos e sujeira. “Tem também um terreno baldio com mato alto, isso é um perigo para a saúde das pessoas, fora o perigo de um bandido se esconder no meio do mato para abordar alguém na rua”.

Prefeitura

O TopMídiaNews entrou em contato com a prefeitura, que informou que uma equipe de fiscalização vai até o local para vistoriar a situação. "Destacamos que os proprietários dos imóveis não podem embaraçar ou impedir o livre trânsito de pedestres no passeio público", disse a assessoria de imprensa da prefeitura.

Leia Também

MS está em alerta para riscos florestais e danos à saúde em razão do tempo seco
Cidades
MS está em alerta para riscos florestais e danos à saúde em razão do tempo seco
Pensando no fim de ano, comércio de Campo Grande pode contratar 6 mil temporários
Campo Grande
Pensando no fim de ano, comércio de Campo Grande pode contratar 6 mil temporários
Viciado em drogas ameaça policiais com foice no Marcos Roberto
Polícia
Viciado em drogas ameaça policiais com foice no Marcos Roberto
'Véio da Havan' cogita ser senador em 2022: 'Bolsonaro me pediu'
Geral
'Véio da Havan' cogita ser senador em 2022: 'Bolsonaro me pediu'