(67) 99826-0686
Camara Maio

Durante protesto, ex-funcionários de creches gritam: 'Vou passar o Natal na casa do Bernal'

O prefeito conversou com os manifestantes e fez promessas, mas deve cumprir determinação judicial

19 DEZ 2016
Anna Gomes
10h28min
Foto: Geovanni Gomes

Uma multidão se concentrou em frente à Prefeitura Municipal de Campo Grande, na manhã desta segunda-feira (19). Os manifestantes são contra as demissões em massa de funcionárias da Seleta (Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária) e Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar).

Com cartazes, carro de  som e todos vestidos de preto simbolizando 'luto', os manifestantes gritavam palavras de ordem dizendo que iriam 'passar  o Natal na casa do Bernal'. Depois de muito barulho, o prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), desceu de seu gabinete e tentou amenizar a situação com os protestantes.

O Chefe do Executivo prometeu aos funcionários que, ainda hoje, vai protocolar um recurso e acredita entrar em um acordo com o TJ (Tribunal de Justiça). Bernal ainda destacou que se acaso não ter uma negociação com o juiz, ele vai fazer um contrato de emergência e recontratar as pessoas que foram dispensadas.

"São mais de quatro mil trabalhadores e nem todos são fantasmas, que precisam receber o décimo-terceiro e o dinheiro precisa ser depositado na conta pessoal de cada um. Se não ter uma negociação, vou abrir uma contratação emergencial e quem estava trabalhando, vai ser trabalhar novamente", prometeu o prefeito, mesmo faltando apenas menos de duas semanas para acabar com seu mandato.

Alguns dos funcionários ouviram o que o prefeito dizia, já outros não acreditaram nele e o chamaram de mentiroso.

Após o discurso do prefeito, Marilene de Souza, diretora da Senalba,  também disse que não acredita mais nas promessas de Bernal. Outros sindicalistas chegaram a dizer que o Chefe do Executivo que 'mídia' e que se ele quisesse mesmo ajudar os funcionários já tinha feito o depósito.

A concentração dos manifestantes começou por volta das 8h de hoje na praça do Rádio Clube. Após irem até a prefeitura, eles seguiram para o Fórum da Capital. 

Veja também