Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Cidades

Com filho de 1 mês, viúva de Silas pede ajuda para pagar contas em atraso e comprar leite

Ao TopMídiaNews, a adolescente contou que as contas deixadas precisam ser quitadas e agora ela irá retornar para casa dos pais

26 janeiro 2021 - 16h48Por Nathalia Pelzl

Nas redes sociais, a viúva de Silas Barbosa da Silva, 18 anos, que morreu vítima de acidente de trânsito, na madrugada do último dia 23 de janeiro, em Campo Grande, fez apelo por ajuda. 

“... tenho 15 anos. Sou esposa do nosso querido e amado Silas Barbosa da Silva, que tinha 18 anos. Na madrugada do dia 23/01/2021, fazendo entregas e voltando para casa ao nosso encontro, o amor da minha vida partiu e foi morar com Deus”, começou a adolescente no pedido. 

“Ficamos eu e o K*, meu filhinho de 1 mês de vida... Ainda não caiu minha ficha. Ele se foi fazendo o que mais amava, foi um guerreiro em sua profissão. Defendendo seu sustento na raça, sempre com aquela alegria contagiante, carisma e simpatia”, reforçou a jovem. 

“Por meio desta ação solidária entre amigos e solidários, venho pedir ajuda, pois a nossa única renda era a do meu Silas e ficou contas para ser pagas, que não estavam no nome dele, estavam em nome de terceiro. Qualquer ajuda será bem-vinda, doe segundo seu coração, pode ser a quantia que você puder”. 

"Que Deus retribua a todos. E obrigada pelo apoio e as mensagens de consolo que todos estão me enviando, estou guardando todas em meu coração”, finalizou. 

Ao TopMídiaNews, a adolescente contou que as contas deixadas precisam ser quitadas e agora ela irá retornar para casa dos pais. 

As doações podem ser feitas através do Banco do Brasil, agência: 3497-5, conta: 16911-0, ou através do pix: CPF 014510621-76. 

ACIDENTE 

O motoentregador Silas Barbosa da Silva, 18 anos, morreu na madrugada do último sábado (23), após bater em um caminhão na avenida Lúdio Martins Coelho, em Campo Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, era por volta das 3h30 quando a Polícia Militar foi acionada. 

Silas, que estava de moto percorria a rua Tenente Antônio João Ribeiro, quando no cruzamento com a avenida Lúdio Martins Coelho acabou batendo no caminhão agrale com placas de Sidrolândia.

Silas morreu no local. O motorista do caminhão, de 40 anos, fez o teste de alcoolemia e nada foi constatado.