(67) 99826-0686

Waldir Neves é reeleito para presidir TCE e diz que fez ‘radiografia profunda’ em MS

Presidente do órgão avalia trabalho como positivo e foca na modernização a partir de 2017

15 DEZ 2016
Amanda Amaral
17h02min
Foto: Amanda Amaral

Recém-empossado para cumprir mais dois anos à frente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS), o conselheiro Waldir Neves relata orgulho de seus feitos nos últimos anos e segue com planejamentos para 2017 e 2018. 

Conforme o presidente, as ações do Tribunal foram possíveis devido à modernização das ferramentas do órgão, o que deve prosseguir como foco. “Fortalecemos o controle interno, porque já municiamos o Tribunal de todas as ferramentas, visando sempre a melhoria dos gastos públicos. Não basta cumprir os índices, é necessário que a gestão tenha qualidade. Vamos continuar com a modernização, para dar continuidade às suas ações”, declarou.

Segundo Neves, essas ferramentas modernas permitiram a análise de dados de todos os gestores municipais, como uma ‘radiografia profunda’ na educação, desde a básica até o ensino superior, e outras responsabilidades das prefeituras. Entre outros feitos, o conselheiro salientou a questão de acordos referentes aos resíduos sólidos, firmados em diversos termos de cooperação.

Para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), os membros do Tribunal deram uma agilidade para a análise de processos, trabalharam com eficácia na questão das informações e fizeram cursos e treinamentos, qualificando gestores, “pra que não acontecessem tantos equívocos do gestor municipal”. “Foi uma gestão de eficiência, tanto que foram reconduzidos a seus cargos”, declarou.

Foram empossados Waldir Neves Barbosa no cargo de presidente, Ronaldo Chadid como vice-presidente, Iran Coelho das Neves como Corregedor-Geral e João Antônio de Oliveira Martins como Procurador-Geral de Contas do Ministérios de Contas. A cerimônia aconteceu nesta quinta-feira (15), no Plenário Celina Martins Jallad, na sede do TCE-MS.

Veja também