TCE SETEMBRO
Menu
quinta, 23 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Sebrae
Cidades

Comércio do Nova Lima está aquecido e atrai empresários de outras regiões

Regiões de Campo Grande

21 janeiro 2014 - 18h01Por Aline Oliveira e Kerolyn Araújo

Fundado há 54 anos, o bairro Nova Lima, localizado na região Norte da Capital e incluído na região urbana do Segredo sofreu, logo após a criação do bairro, com a falta de infraestrutura. Porém, com esforço e dedicação dos moradores, a região vem crescendo e se destacando economicamente. Com comércio forte e diversificado, os moradores tem acesso a serviços e produtos de vários segmentos e só aguardam a vinda de instituições bancárias, a exemplo da Moreninha II.

 

A Rua Jerônimo de Albuquerque é considerada a via comercial da região e abriga diversas micro e médio empresas. É o caso da Ciclo Marques que sempre funcionou na via, completando 20 anos de atendimento. Segundo o proprietário e morador do bairro, Faustino Moreira Marques a empresa trabalha com peças, acessórios, roupas esportivas e oficina e assistência técnica. "No começo foi bem difícil, mas aos poucos os comerciantes daqui superaram as dificuldades e prosperaram na medida do possível. Hoje nosso centro comercial é tão visado que alguns comerciantes fecharam a loja no centro da cidade e se mudaram para cá", destacou.

 

Marques critica apenas a falta de interesse do poder público com os moradores, que há muito tempo anseiam pela pavimentação e drenagem no local. "Só tivemos êxito com a união de todos comerciantes daqui, pois, o poder público só promete e não cumpre. Estamos forçando o crescimento com persistência e muito trabalho, então acho que passou da hora de atenderem nossas reivindicações", observou.

 

A proprietária do Bazar Dedal, Sirley Moreira Farias, também aderiu a força comercial do Nova Lima e se mudou para cá há dois anos. Ela conta que tinha uma pequena loja de aviamentos no Jardim Novos Estados e verificou que o movimento não estava indo bem. "Um conhecido aqui do bairro me convidou para abrir uma loja aqui, afirmando que o comércio local é bom e não me arrependo, já que estamos vendendo bem. As pessoas prestigiam os comerciantes locais e não temos problemas de roubos ou assaltos, nos sentimos seguros para trabalhar", opinou.

 

Há sete anos no ramo das vendas, Oséias Martins da Trindade, já obteve avanços com o comércio no bairro e procura vender coisas que as outras lojas da região não oferecem para garantir a freguesia. "Comecei vendendo utilidades domésticas e brinquedos, depois mudei foco e comecei a trabalhar com móveis usados. Além disso, aqui também tenho harpa, acordeon e guitarra. Futuramente eu pretendo mudar de móveis usados para móveis novos ", comenta o comerciante.

 

De acordo com Oséias, o Nova Lima é um bom lugar para se investir, pois é grande e está crescendo. "O bairro está crescendo e, aos poucos, pretendo expandir os negócios. Mas ainda falta melhorar muita coisa, como a segurança e o asfalto, por exemplo", finaliza o micro empresário. 

Leia Também

Kemp cobra mudança no processo de contratação de professores em MS
Política
Kemp cobra mudança no processo de contratação de professores em MS
Conhecido pela ficha criminal, homem foge de abordagem e cai tentando escalar muro
Polícia
Conhecido pela ficha criminal, homem foge de abordagem e cai tentando escalar muro
Enquanto a miséria aumenta, MS bate recordes na produção da soja
Economia
Enquanto a miséria aumenta, MS bate recordes na produção da soja
Árvore cai sobre casa e destrói parede, muro e telhado
Interior
Árvore cai sobre casa e destrói parede, muro e telhado