TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Cidades

Azambuja e Marquinhos planejam arena de shows para Campo Grande

Reinaldo afirma que, se for reeleito, só falta o prefeito encontrar o local para o projeto sair do papel

26 agosto 2018 - 11h56Por Dany Nascimento

Preocupado com a falta de estrutura para receber shows nacionais e eventos grandiosos voltados para o esporte, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirma que já existe um planejamento com o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), para construir uma arena para shows na cidade.

Ele destaca que o local onde a arena será construída ainda está sendo avaliado por Trad. “Eu tenho compromisso com Campo Grande que é construir um centro de múltiplas atividades para shows, eventos esportivos. Campo Grande não tem local adequado para atividades artistas, agora eu e o prefeito Marquinhos vamos ver um local para instalar. Será uma arena para grandes shows, atividades artistas, vamos trabalhar muito”.

Azambuja ressalta que o projeto será levado adiante se for eleito e lamenta o tempo em que viu a Capital ‘parada no tempo’. “Se a população entender que merecemos continuar, vamos trabalhar nesses investimentos e não afrouxar no desenvolvimento, isso é crucial, a cidade ficou parada um tempo”.

Obras no interior

Além de investir na Capital, Reinaldo afirma que, se voltar a administrar Mato Grosso do Sul, pretende continuar desenvolvendo trabalhos nos 79 municípios. “A reconstrução faz parte de qualquer governo, os bens públicos vão se deteriorando com o tempo, rodovias, sempre vai ter isso. Nosso maior trabalho foi políticas públicas, vamos dobrar o número em quatro anos, pontes de concreto, hoje 112 serão entregue s e isso vai continuar, queremos trocar todas. Na área de habitação, mesmo Minha Casa Minh Vida paralisando, entregamos 26 mil casas. São mais de R$ 730 milhões que investimos nas 79 cidades”.

Ele diz ainda que pretende continuar finalizando obras inacabadas no Estado. “Terminamos obras inacabadas, era 215, hoje são 209. São três presídios. Dois presídios vamos entregar no final do ano. Uma estrada que liga Bonito até Jardim será entregue em setembro e o famoso Aquário, se a Justiça der aval, segurança jurídica de que não seremos responsabilizados pelo aquário, vamos concluir. Tem que ter segurança jurídica para retomar, do jeito que a Justiça decidir”.