(67) 99826-0686
ENTREGAS

Bancários de MS aceitam proposta de reajuste e encerram greve de 31 dias

Atividades serão retomadas nessa sexta-feira (7)

6 OUT 2016
Thiago de Souza
20h48min
153 agências ficaram fechadas durante a greve em MS

Bancários de Mato Grosso do Sul aceitaram a proposta da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) de 8% de reajuste e encerraram a greve, após assembleia na noite desta quinta-feira (6), na sede do próprio sindicato, em Campo Grande. Os trabalhadores retornam às atividades já nessa sexta-feira (7).

Foram 31 dias de paralisação e muitas negociações até que os trabalhadores aceitassem a proposta. Além dos 8% de reajuste, haverá abono de R$ 3,5 mil, reajuste no vale-alimentação de 10%, além de auxílio babá e creche. 

Os bancários pediam por reajuste salarial de 14,78%, sendo 5% de aumento real; Participação de Lucros e Resultados no valor de três salários mais R$ 8.317,90; piso no valor do salário-mínimo do Dieese (R$ 3.940,24); vales-alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá no valor do salário-mínimo nacional (R$ 880); 14º salário; fim das metas abusivas e assédio moral;  fim das demissões, combate às terceirizações e precarização das condições de trabalho, entre outras reivindicações.

Em Campo Grande e região, 153 agências foram fechadas devido a paralisação. A greve já ultrapassa a do ano passado quando os funcionários ficaram 21 dias de braços cruzados. 

 

 

 

Veja também