IPVA GOV
(67) 99826-0686
Dengue FEV

Blogueira diz não encontrar adjetivos para definir as belezas do Pantanal e Bonito

Em oito dias, Amábyle Sandri percorreu as belezas naturais dos destinos

1 SET 2016
Notícias MS
15h48min
Foto: Notícias MS

A blogueira e jornalista, especialista em telejornalismo e jornalismo literário e apaixonada por viagens, Amábyle Sandri, já visitou dez países diferentes e colocou no seu roteiro dois destinos únicos e exuberantes: Bonito e o Pantanal sul-mato-grossense. Em seu blog, Amàbyle dá dicas interessantes sobre suas viagens, compartilhadas com um toque literário e cheio de experiências e inspiração.

Em oito dias, Amábyle Sandri percorreu as belezas naturais dos destinos. Sobre a experiência em Bonito e no Pantanal, definiu como engrandecedora. “Por maior que seja minha intimidade com as palavras, confesso: não há adjetivo capaz de definir a sensação de estar em Bonito e no Pantanal. Apenas recomendo: visitem. Se permitam ir além. E, só depois de voltar, pensem em criar seus próprios conceitos de ecoturismo!”, declarou entusiasmada.

Dentro do roteiro pré-estabelecido estavam os atrativos naturais, culturais, gastronômicos e projetos sustentáveis, como a Casa do Vidro com sede na cidade de Bonito, que desde 2014 trabalha com a destinação sustentável das embalagens de vidro e ainda o projeto social Instituto Mirim Ambiental de Bonito. Polo turístico, Bonito é referência na gestão sustentável no país, reconhecida nacional e internacionalmente. O município soma a harmonia e a interação com a natureza, com respeito ao meio ambiente. Na cidade, vários projetos sustentáveis fortalecem o vínculo de preservação e a comunidade local.

Projeto Jiboia

A cidade de Bonito surpreendeu a blogueira pelas belíssimas paisagens naturais de rios transparentes, cachoeiras e grutas. Considerado polo do ecoturismo, o município foi eleito por 14 vezes como melhor destino de ecoturismo do Brasil. É referência mundial em sustentabilidade.

“Cresci como pessoa, como viajante e como ser humano. Aprendi com a receptividade do povo sul-mato-grossense, descobri um ecoturismo organizado e funcional e vivenciei a natureza com completude. Vi em Bonito um convite à consciência ambiental. Surpreendi-me com o carinho com que as crianças do Instituto Mirim Ambiental de Bonito são tratadas e o respeito que elas têm para com o próximo e com o meio ambiente”.

Outro aspecto destacado pela jornalista é o Sistema de Voucher Único (guia de entrada nos atrativos), fornecido apenas pelas agências de turismo da cidade. Esse sistema adotado pelo município é conhecido como modelo de organização e cuidado ambiental. É, também, fundamental para a manutenção da prática do turismo responsável e da preservação dos recursos naturais existentes na região. A limitação da quantidade de visitantes por dia em cada atrativo turístico é um dos principais fatores do sucesso do turismo realizado em Bonito.

“A cidade vive o Ecoturismo, não apenas como fonte de renda, mas como estilo de vida. O voucher único, aliás, é um sistema a ser replicado em outras cidades pois, além da garantia do cumprimento do que está previsto no Plano de Manejo, resulta num turismo organizado e justo – sem competições desleais. Todos saem ganhando”.

Em seu blog, descreveu suas sensações sobre os atrativos: “As palavras cessaram essa semana. O motivo é simples: não há adjetivo capaz de descrever as belezas que tenho encontrado em Bonito, em Mato Grosso do Sul. Pobre dicionário, incapaz de traduzir em letra a potencialidade da inspiração despertada cada passeio! O roteiro, preparado pela Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, inclui todos os tipos de experiências – da natureza à cultura, com uma pincelada encantadora social”.

O Pantanal uma das mais exuberantes e diversificadas reservas naturais do planeta, reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade.  Na região Centro-Oeste do Brasil o Pantanal abrange 140 mil quilômetros quadrados, 65% da sua área está em Mato Grosso do Sul, sendo uma das maiores planícies alagáveis do mundo.

“No Pantanal, senti o contato direto com a natureza intocada. A sensação é de ser, ao mesmo tempo, observador e parte de todo esse ecossistema. A proximidade com os jacarés, a possibilidade de ver, tão de pertinho, os tuiuiús e seus ninhos gigantes, de cavalgar em fazendas onde as espécies convivem em tamanha harmonia resultam numa experiência única, difícil de descrever”.

No blog, compartilha sua experiência através de relatos e inúmeras fotos que enchem os olhos pela demonstração das belezas naturais. Combina dicas em um toque pessoal. Amábyle promete descrever os passeios, momentos e as sensações de cada lugar percorrido.

Pantanal sul-mato-grossense.

Confira o post sobre Bonito, ela está preparando um especial sobre sua visita ao Pantanal que nos próximos dias vai compartilhar cada momento com os seguidores: http://amabilices.com.br/amabilices-em-bonito/   e  http://amabilices.com.br/bonito-historia

Veja também