(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Cadastramento para conseguir casas da Agehab será suspenso por 4 meses

Durante esse período, serão analisados os processos em andamento

22 MAI 2019
Maressa Mendonça
15h15min
Ao todo, estão em construção 602 apartamentos Foto: Divulgação/Agehab

Uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado, desta quarta-feira (22), suspende por 120 dias o cadastramento para participação de programas habitacionais de Campo Grande.  O texto é assinado pela diretora presidente da Agência de Habitação Popular do Estado de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez. 
 
Conforme a publicação, a suspensão durante este período servirá para analisar o processo de “priorização, hierarquização, seleção e habilitação dos candidatos para os empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida”. 
 
Na terça-feira (21) terminou o prazo de cadastramento para concorrer a uma moradia popular em Campo Grande. São 602 apartamentos  destinados para famílias com renda mensal de até R$ 1.800.  O prazo de suspensão ocorre um dia após o término do prazo de cadastramento e, segundo a assessoria de imprensa da Agehab, será o tempo necessário para análise dos processos das famílias que se inscreveram. 
 
Ainda segundo a assessoria, não há necessidade de ter cadastramento aberto no momento porque ainda não há previsão da construção de novos empreendimentos. 
 
As moradias que estão em construção na Capital e ficam no Condomínio Residencial Portal das Laranjeiras (210 unidades); Condomínio Residencial Sírio Libanês I, II e III (154); Residencial Jardim Aero Rancho 7 (119) e Residencial Jardim Aero Rancho 8 (119 unidades). De acordo com o manual de instruções para seleção de beneficiários, serão considerados para o processo de seleção somente os cadastros atualizados nos últimos 2 anos, contados a partir da última atualização.

 

Veja também