(67) 99826-0686
Origem - entregas

Carnaval atraiu milhares de foliões em Campo Grande e Corumbá

Cinzas

5 MAR 2014
Marcelo Villalba
09h00min
Foto: Geovanni Gomes

Com enredos que animaram as arquibancadas e levaram para as ruas de Corumbá e Campo Grande cerca de 50 mil pessoas assim foi os cinco dias de festividades do Carnaval.  Nem mesmo a chuva e o clima mais fresco conseguiu afastar o folião dos famosos "cordões" e desfiles das escolas de samba.

Segundo dados da polícia militar, no primeiro dia de desfile das escolas de samba na Capital, cinco mil pessoas compareceram na Avenida Alfredo Scaff.  Mesmo com o atraso devido a chuva não desanimou quem passou pelo local.  "Faz parte ainda mais com a chuva que caiu", explica a dona de casa Fernanda Rodrigues, 32 anos. Situação que voltou a acontecer no segundo dia, mas a quantidade de pessoas dobrou para ver o grupo especial desfilar, cerca de 11 mil pessoas compareceram. 

Já o carnavalesco Eduardo Souza Neto, disse que o atraso estava dentro do esperado, pelo empecilho climático, as escolas não conseguiam transportar as alegorias, começando o desfile de segunda-feira com uma hora de atraso.

Este ano os blocos abriram os desfiles das escolas, característica que  embalou o carnaval na Capital.   No domingo (2) o famoso desfile dos blocos aconteceu em frente ao Armazém Cultural  passaram por lá: To a Toa, Os Boleiros, Tereré, Bem Te Vi, Beber Cair e Levantar, Amigos do Nuga, Bambas do BH, Ademolar de Umbanda, Lobo Mau, Quero Quero, Império dos Amigos, Macacos da Vila, Vai ou Racha e o Bloco Amor Eu Vou Ali.

Os cordões de sujos "Valu", "Rockers" e "Capivara blasé"  foram sucesso este ano e animou  quem buscou o estilo dos carnavais do interior, embalados por marchinhas no meio da rua. 

Em Corumbá os blocos também dividiram o gosto dos turistas e nativos da região pantaneira. Mas a tradição das escolas de samba renderam muitos olhares durante as noites de desfile.  A cidade recebeu cerca de 35 mil turistas, e por lá o carnaval começou na quinta-feira (27).

Na tradicional carnaval de Rua da Capital, a atração principal foi da baiana Gilmelandia, que levou para a avenida Fernando Correia da Costa cerca de 1,5 mil pessoas no sábado (1°).

O policiamento foi redobrado com efetivo de 110 policiais militares, na primeira noite de carnaval na Avenida, começou animada e reuniu milhares de pessoas. Além dos militares, 70 homens da Guarda Municipal ajudaram a fazer a segurança dos foliões.

Limpeza - Mas após as festividades o que sobra sempre são copos espalhados pelas vias. Na parte dos blocos na explanada Ferroviária, faltou local especifico para se jogar a sujeira,  que se amontôo nas ruas,  hoje pela manhã ainda era visível copos e garrafas pelas vias.  Em outro ponto,  na Avenida Fernando Corrêa a situação não foi diferente, muitos copos espalhados.  

O trabalho dos garis deve ser puxado nessa quarta de cinzas, quando a maioria do setor público retoma os trabalhos após ao meio-dia.  Mas segundo  o  encarregado da Empresa Concessionária da Limpeza do Lixo no Estado(Solurb), Herbert Oliveira, os trabalhos devem terminar até as 10h30. “Queremos terminar em três horas. E conforme o nosso planejamento, recolher 100 sacos e 100 litros de lixo”, explica.

Apuração - Acontece na tarde desta quarta-feira (05), apuração das escolas de Samba de Campo Grande . Com  30 jurados, que avaliaram quesitos como harmonia, fantasias e outros. O evento deve ocorre às 17h de hoje na Praça do Rádio Clube, no Centro de Campo Grande. Este ano a liga ainda preparou um prêmio de R$ 1 mil que será entregue ao melhor samba enredo do ano.

Em Corumbá  hoje também será conhecida, as grandes campeãs dos desfiles das escolas de samba e dos blocos oficiais do Carnaval Cultural 2014 que, durante cinco dias. A apuração está marcada para acontecer na Passarela do Samba a partir das 16 horas.

Veja também