TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Cidades

Chuva prejudica o combate a dengue e novas doenças podem se alastrar

13 dezembro 2015 - 08h25Por Mariana Anunciação

Campo Grande luta contra a epidemia da dengue e o risco de novos surtos de zika vírus e chikungunya, tentando eliminar o mosquito transmissor dessas doenças, aedes aegypti. A chuva é uma rival neste combate, já que atrapalha a aplicação do fumacê e também contribui na evolução das larvas do mosquito.

Especialistas explicam que a fêmea do aedes aegypti é a responsável por transmitir tais doenças, porque necessita de sangue para a maturação dos ovos, enquanto o mosquito macho se alimenta de seivas. Os larvicidas são eficazes para quebrar o ciclo reprodutor do aedes, interrompendo o processo com a morte das larvas ou gerando mosquitos estéreis.

Portanto, além de eliminar a água parada, uma das formas de combate mais utilizada em Campo Grande é o fumaçê. O problema é que o seu efeito geralmente é nulo ou prejudicado no tempo instável, já que o produto se dispersa e não atinge o objetivo esperado. 

 

Foto: André de Abreu

A fumaça é composta por óleo mineral adicionado de inseticida, que mata os mosquitos adultos. Para melhor o aproveitamento, a Secretaria Municipal de Saúde informa que é recomendável tempo estável e que os moradores deixem portas e janelas abertas durante a passagem dos agentes.


É claro que a previsão de chuva preocupa as autoridades por agravar a situação de propagação da doença. O que ocorre é que a água parada resulta em focos de criadores da larva do mosquito que são praticamente imperceptíveis a olho nu, podendo resistir até 1,5 ano sem água.

 

Foto: Geovanni Gomes

Mas o agravante é o fato dos ovos do mosquito que foram depositados na beira dos recipientes que acumulam água, como lixo, pneus, garrafas e outros, aguardam apenas um descuido ou a chuva para evoluírem para larvas e, posteriormente, tornarem-se mosquitos transmissores de doenças. Diante disso, é evidente que os cuidados devem ser redobrados em época de chuva.