Menu
segunda, 01 de março de 2021
Cidades

Com famílias desabrigadas pela chuva, Nioaque declara situação de emergência

Segundo município em menos de uma semana choveu mais de 510 milímetros

20 janeiro 2021 - 08h55Por Vinicius Costa

Nioaque decretou situação de emergência após sofrer com as chuvas intensas que caem desde o início desta semana, resultando em um acumulado de aproximadamente 510 milímetros. Sem trégua, famílias ficaram desabrigadas e o rio Nioaque chegou a transbordar, fazendo a prefeitura interditar a ponte da cidade.

Segundo o documento publicado, as chuvas acontecem desde o dia 15 de janeiro e provocou enxurradas, alagamentos e inundações em rios e córregos, causando destruição e danificação em estradas, pontes e até em casas de famílias ribeirinhas.

A prefeitura de Nioaque acredita que pelo menos 15 famílias ficaram desabrigadas e foram encaminhadas para o Ginásio de Esportes do município.

Desta forma, o executivo municipal decidiu declarar a situação de emergência que contará com a ajuda de todos os órgãos em atuação conjunta com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil. A entrada nas casas das famílias está autorizada para a prestação de socorro.

Ponte fechada

A ponte do rio Nioaque está interditada desde a terça-feira. A força da chuva, o volume do rio que sobe consideravelmente e as previsões da chuva para o decorrer da semana, fizeram a Prefeitura isolar a área para evitar novos estragos.

Reparos

Nas estradas vicinais e pontes que foram danificadas pela chuva, a prefeitura esclarece que começar os reparos assim que o período de chuvas passarem. Equipes da Defesa Civil e Secretaria de Obras do município fazem levantamentos diários para levantarem os estragos causados e realizarão um planejamento de atividades para reparar os danos.

As equipes responsáveis estão envolvidas nas ações para levantarem os estragos causados e realizarão planejamento das atividades prioritárias para reparar os danos posteriormente.

Atendimento as famílias desabrigadas

A Prefeitura de Nioaque também monitora toda a situação e presta ajuda para as famílias que ficaram desabrigadas com as chuvas. Assim, a secretaria de Assistência Social afirmou que as famílias devem procurar atendimento na Escola Municipal Guilherme Corrêa da Silva para se cadastrar e receber auxílio necessário.