TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Cidades

Criador de ‘ET Bilu’ e teoria controversa sobre formato da Terra é homenageado por deputados em MS

Autodenominado paranormal, Urandir de Oliveira coordena ‘Cidade dos ETs’ e já foi acusado de curandeirismo e estelionato

02 outubro 2018 - 16h38Por Amanda Amaral

A carreira do pesquisador Urandir Fernandes de Oliveira no mundo científico, envolta de polêmicas, foi homenageada por deputados de Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (2). A moção de congratulação foi proposta por Paulo Siufi e o presidente da Casa de Leis, candidato ao governo do Estado, Junior Mochi, ambos MDB.

Oliveira ficou conhecido nacionalmente após ser desmascarado como o criador do ‘ET Bilu’ (imagem lateral), suposto extraterrestre de Corguinho, a 78 km de Campo Grande, dono da frase ‘busquem conhecimento’ em vídeo amplamente compartilhado na internet e que apareceu em programas de televisão. 

Contudo, essa é apenas uma das atitudes ‘controversas’ de Oliveira ao longo dos anos, desde afirmar ter poderes paranormais e defender a forma convexa do Planeta Terra até ser preso após acusações de estelionato, charlatanismo, curandeirismo e falsidade ideológica. As denúncias foram esmiuçadas em reportagem da revista UFO, fundada pelo ufólogo e então professor de química A. J. Gevaerd, em Campo Grande.

No município em MS, fica a o Complexo Turístico Zigurats, que chama de ‘Cidade dos ETs’ e a Fazenda Dakila Pesquisas, que atua nos campos das ciências exatas e naturais, como astronomia, matemática, física quântica, química, geografia, biologia e também ciências sociais como psicologia, antropologia, arqueologia, ufologia, história e sociologia, como classificado em site oficial. Um dos principais objetivos do Dakila Pesquisas é explicar fenômenos desconhecidos que são muitas vezes atribuídos à ufologia.

 (Foto: Dakila Pesquisas)

O deputado Siufi entregou a homenagem em mãos ao pesquisador. “É motivo de satisfação para nós entregarmos essa singela homenagem, porque você já foi homenageado na Câmara de Vereadores, mas tenho certeza de que essa homenagem representa muito. Essa moção é extensiva a todos os colaboradores e fizemos com muito carinho”, enfatizou.

A empresa científica comandada por Urandir tem sede no município sul-mato-grossense de Corguinho e possuiria ainda núcleos de pesquisa em Campo Grande, Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG), Natal (RN), Fortaleza (CE), Foz do Iguaçu (PR), Vitória (ES) e em países como Paraguai, Chile, Argentina, Espanha, França, Alemanha e Japão.

“É um sonho realizado, uma alegria. Esse é o reconhecimento do esforço de longos anos 22 anos de trabalho beneficiando as pessoas. Agradeço às autoridades em nome da empresa e de todos os associados. Estou emocionado pela grandiosidade desse momento. Tivemos muita dificuldade para chegarmos até aqui, tive pedras no caminho, mas os frutos colhidos são muitos bons. Que essa semente plantada possa mudar a vida de muitas pessoas”, destacou o pesquisador homenageado em sua fala na Assembleia Legislativa.

Terra convexa

Uma das principais teorias de Oliveira, estudada por sete anos e exposta em documentário lançado em março de 2018, é a de que a Terra não é esférica, mas sim, convexa. Além de abordar o formato da Terra, o documentário ‘revelaria’ a descoberta de um novo continente separado por um paredão de gelo.

A teoria é amplamente rebatida pela Associação Aeroespacial Brasileira e a comunidade científica nacional e internacional.

(Imagem: Dakila Pesquisas)