PREFEITURA DE MARACAJU MAIO 2024

quinta, 30 de maio de 2024

Busca

quinta, 30 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Enquete

11/06/2018 10:42

Greve dos caminhoneiros divide opiniões de leitores, mas maioria considera resultado ruim

Quase 49% dos leitores não apoiam a paralisação que durou dez dias

Mesmo ganhando apoio maciço da população durante sua realização, a greve dos caminhoneiros dividiu a opinião dos leitores do TopMídiaNews agora que os reflexos ficaram mais claros. Uma enquete foi lançada na segunda-feira passada e, como resultado, após sete dias no ar, 32,26% dos leitores votaram que o movimento foi péssimo para o país. Outros 15,96% disseram que foi ruim, totalizando 48,92% de leitores que não gostaram dos resultados.

A greve paralisou serviços como fornecimento de combustíveis, distribuição de alimentos e insumos médicos, levando o país à beira do colapso. A categoria exigiu redução nos preços do óleo diesel e entraram em acordo com o governo federal após dez dias de paralisação. 

Diante disso, 20,43 % dos leitores avaliaram o movimento como ótimo e acreditam que a decisão de paralisação surtiu efeito, já que o presidente da república anunciou redução de R$ 0,46 centavos no litro do diesel.  Já 19,35% dos leitores avaliaram a greve como Boa e acreditam em melhorias voltadas para o setor.

 Um total de 11,83% dos leitores escolheram a opção regular, sem as mudanças esperadas pela população.

Greve dos caminhoneiros

A paralisação dos caminhoneiros terminou no dia 30 de maio, após dez dias de protestos em todo país. Após tentar diálogo com a categoria, o presidente Michel Temer cedeu e anunciou cinco medidas adotadas pelo Planalto.

O presidente anunciou o aumento no desconto por litro de diesel (de 41 centavos para 46 centavos) e o congelamento deste valor por 60 dias. Além disso, Temer também anunciou que o Governo irá editaria três medidas provisórias para beneficiar a categoria dos fretistas. Uma delas prevê a suspensão da cobrança de eixo suspenso em todo o Brasil (quando o caminhão passa sem carga), a segunda garante aos caminhoneiros autônomos 30% dos fretes da Companhia Nacional de Abastecimento, e, por fim, o estabelecimento de uma tabela mínima de frete.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
JARDIM VERANEIO MAIO E JUNHO DE 2024