TCE MAIO
(67) 99826-0686

Prefeitura atrasa repasses e funcionários da Omep/Seleta ficam sem receber

Categoria avalia greve; município promete pagar até o final do dia

10 OUT 2016
Rodson Willyams
10h58min
Foto: André de Abreu / Arquivo

O Senalba-MS (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional no Estado de Mato Grosso do Sul) pode ingressar com ação judicial contra o município de Campo Grande.

É que o sindicato denuncia que a prefeitura não pagou os salários dos cerca 4 mil funcionários contratados pela Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária) e Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar) para trabalhar nos Ceinfs (Centros de Educação Infantil) e CRAS (Centros Regionais de Assistência Social), por meio de convênio com a prefeitura municipal.

O sindicato ainda revela que o pagamento dos funcionários deveria ter sido depositado no 5º dia útil do mês, que ocorreu na última sexta-feira (7), conforme estabelecido em Acordo Coletivo de Trabalho para o pagamento. A justificativa foi a falta de repasse financeiro da prefeitura municipal.

Pela rede social, o Senalba informou que entrou em contato com o presidente da Omep, Gilbraz Marques. Por sua vez, Gilbraz informou ao sindicato que a prefeitura teria se comprometido em fazer o depósito na sexta-feira (7). Porém, não cumpriu o combinado.

Em razão disto, o sindicato informou que vai tomar todas as providências. A categoria ainda ameaça entrar em greve a partir da próxima segunda-feira (17), caso os salários não sejam depositados.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Campo Grande, em que afirma que os salários devem ser pagos ainda nesta segunda-feira (10). Porém, não há um horário definido, mas a probabilidade dos pagamentos serem feitos até o final do dia. 

Veja também