TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Cidades

Governo negocia e MS pode ganhar linha aérea de Ponta Porã até São Paulo

Rota é considerada estratégica para a economia do estado

18 setembro 2018 - 18h26Por Da redação com assessoria Governo MS

Mato Grosso do Sul pode ganhar mais um voo direto, ligando rota considerada estratégica para a economia do Estado: Ponta Porã a Campinas, no Estado de São Paulo. A proposta de operar a linha área foi apresentada hoje por equipe da Azul Linhas Áreas em reunião com o governador Reinaldo Azambuja e será analisada por equipe do governo para verificar a viabilidade do projeto.

''Da nossa parte, o interesse é total'', destacou o governador Reinaldo Azambuja,
esclarecendo que a proposta só precisa ser analisada pela equipe técnica do governo para ser concretizada.

''Temos uma população grande na região que será beneficiada. São
produtores, universitários, empresários. É um voo interessante para nós e para vocês
(Azul)'', avalia.

Para o diretor-presidente da Fundação de Turismo do Estado (Fundtur), Bruno Wendling, a abertura da linha aérea irá fortalecer o mercado hoteleiro de Ponta Porã. “Turismo de compras já é fortalecido na região e agora começamos a fortalecer a rede hoteleira. Com o voo direto, naturalmente, o fluxo de visitantes aumenta. As pessoas podem até ir fazer compras do outro lado da fronteira, negócios, mas ficam hospedados em Ponta Porã”, destaca.

O diretor de Distribuição e Alianças da Azul, Marcelo Bento, explica que, inicialmente, a proposta é que os voos sejam disponibilizados três vezes por semana, entre o aeroporto de Ponta Porã e o Viracopos, em Campinas. O fluxo semanal previsto é de cerca de 270 passageiros.

''Nós acreditamos no potencial de viagem de negócios para a região. A
localização do município é estratégica, com Pedro Juan no outro lado da fronteira'', frisou Bento.

Voos

Se concretizada, essa será a primeira linha aérea saindo direto de Ponta Porã até o Estado de São Paulo. Nos últimos anos, quatro municípios ganharam linhas áreas no Estado: Dourados, Três Lagoas, Bonito e Corumbá, sendo a Azul a única empresa a operar nesses locais. Azambuja ainda lembrou que a sua gestão foi responsável por oferecer incentivos e reduzir a alíquota de ICMS para incentivar a ampliação das operações aéreas no Estado.