ENTREGAS
Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Reviva centro

Greve dos bancários completa três semanas com 92% das agências fechadas

Em Campo Grande, quase todas as agências não estão abertas ao público

28 SET 2016
Anna Gomes
09h17min
Foto: Geovanni Gomes/Arquivo

A greve dos bancários completa três semanas nesta terça-feira (27) e pelo visto, ainda está longe de acabar. Só em Campo Grande e região, pelo menos 92% das agências aderiram à paralisação segundo o sindicato dos bancários.

Após dois encontros sem um acordo, ocorreu mais uma reunião da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) com o Comando Nacional dos bancários, mas sem sucesso. Na sexta-feira, o Comando enviou um oficio a Fenaban para solicitar a volta das negociações da Campanha Nacional 2016.

Os bancários ainda reivindicam 14,78%  de reajuste, mas conforme o sindicato, os bancos estão intransigentes e insistem num reajuste de 7%, um índice abaixo da inflação, mesmo com lucros exorbitantes de R$ 30 bilhões no primeiro semestre deste ano. A categoria também reclama que os banqueiros estão ignorando outras demandas dos trabalhadores, como: saúde, condições de trabalho, segurança, igualdade de oportunidades e garantia de emprego.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região, Edvaldo Barros, a força da mobilização da categoria foi uma das responsáveis pelo retorno das negociações. “Agora, esperamos que a Fenaban apresente uma nova proposta, que efetivamente atenda às reivindicações da categoria. Além do reajuste salarial, esperamos também discutir outras demandas dos bancários, como mais contratações e mais segurança nas agências”.

Veja também