Menu
sexta, 26 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Cidades

HU fecha pronto atendimento médico por 15 dias na Capital

Pacientes seguem internados em macas e cadeiras pelos corredores

16 agosto 2018 - 11h44Por Dany Nascimento

O PAM (Pronto Atendimento Médico) do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian será fechado nesta quinta-feira (16) e permanecerá interditado por quinze dias, por falta de condições para atender pacientes. O hospital tem capacidade contratualizada de 26 leitos e atende atualmente 67 pacientes.

Diversas macas foram distribuídas nos corredores e cerca de 16 pessoas permanecem internadas em cadeiras. O Hospital afirma que já havia informado o Núcleo de Regulação Interna, mas nada foi feito. “Apesar de o nosso Núcleo de Regulação Interna (NIR) avisar várias vezes, diariamente, à Central de Regulação que não temos mais capacidade de receber novos pacientes, eles continuam chegando da mesma forma, culminando na situação atual.  Essa situação impede que a nossa equipe consiga realizar um atendimento com um mínimo de qualidade, além de aumentar muito o risco de os pacientes sofrerem eventos adversos graves, bem como aquisição de infecções”.

Dois pacientes estão isolados de forma improvisada no consultório com suspeita de tuberculose.  “Outro agravante é o fato de não termos recursos humanos suficientes para atender um número tão elevado de pacientes, inclusive, temos muitos funcionários afastados por doença devido à sobrecarga de trabalho a que vem sendo submetidos nessa situação de superlotação. A nossa equipe tem se empenhado em utilizar ferramentas de gestão da clínica para otimizar os leitos, entretanto, temos poucas vagas de retaguarda nas enfermarias e poucas vagas de terapia intensiva, o que acarreta o acúmulo de pacientes no pronto socorro”.

Leia Também

Por 3x1, STF ordena desbloqueio dos bens de Lula
Geral
Por 3x1, STF ordena desbloqueio dos bens de Lula
Cassems está com paciente de covid em estado grave e alerta: 'não era vacinado'
Campo Grande
Cassems está com paciente de covid em estado grave e alerta: 'não era vacinado'
Bolsonaro é contra Carnaval, mas aglomerou muito; deputados indicam incoerências
Política
Bolsonaro é contra Carnaval, mas aglomerou muito; deputados indicam incoerências
Amante baleado na boca em motel está na área vermelha da Santa Casa
Campo Grande
Amante baleado na boca em motel está na área vermelha da Santa Casa