Menu
segunda, 10 de agosto de 2020
Cidades

Inocentes vão morrer por causa de desobedientes, desabafa prefeito

Ele voltou a citar desrespeito pelo toque de recolher; 88 comércios foram flagrados com aglomeração

09 julho 2020 - 13h32Por Nathalia Pelzl

No primeiro dia do toque de recolher às 20h, novamente, 88 comércios foram flagrados abertos, com aglomeração. Mostrando irritação, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), reforçou que a decisão foi altamente divulgada, contudo, empresários e comerciantes insistem em não cumprir o decreto.

"Poxa vida, que ponto vamos chegar? 88 estabelecimentos, pessoas adultas, com aglomeração de jovens acima de 18 anos, acima de 20, 30, 40, 50 alguns acima até de 60 anos. Onde vamos chegar? O que mais poderemos fazer? Se esse vírus atingisse só os desobedientes, a responsabilidade seria deles, mas podem levar para quem está cumprindo direitinho os princípios e as regras, eles podem nos contaminar e pode nos levar a óbito. Ontem pensei que não teria nenhum comércio, conveniência aberta 23h, 0h, mas tivemos que fechar 88", disse. 

Ainda na live, ele reforçou que o decreto vale apenas durante 12 dias e pediu apoio da população. "São 12 dias, estamos com 81% dos leitos ocupados, se houver essa crescente sem ajuda da população, daqui a 10, 15 dias não vai ter mais leitos". 

Prefeito descartou a possibilidade de lockdown, pelo menos por enquanto. 

 

 

Leia Também

Condomínio onde motoboy sofreu preconceito repudia morador
Geral
Condomínio onde motoboy sofreu preconceito repudia morador
Em busca de emprego? Semana começa com mais de mil vagas disponíveis em 24 cidades de MS
Oportunidades
Em busca de emprego? Semana começa com mais de mil vagas disponíveis em 24 cidades de MS
Na linha de frente, técnico de enfermagem morre com covid-19 em Corumbá
CORONAVÍRUS
Na linha de frente, técnico de enfermagem morre com covid-19 em Corumbá
Agnaldo Timóteo diz que guarda mágoas do cantor Roberto Carlos
Geral
Agnaldo Timóteo diz que guarda mágoas do cantor Roberto Carlos