TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Cidades

Investimento em tecnologia garantirá economia e transparência nas ações da prefeitura

Marquinhos e secretários assinaram termos de abertura de projetos de gestão eletrônica de documentos da Agetran

15 agosto 2018 - 07h33Por Da redação / PMCG

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec) anunciou, nesta terça-feira(14), investimentos que garantirão maior efetividade dos serviços e eficácia nos objetivos organizacionais de todas as áreas da administração municipal.

Durante o evento, em comemoração aos 119 anos de Campo Grande, o prefeito Marquinhos Trad e secretários assinaram termos de abertura de projetos de gestão eletrônica de documentos da Agência Municipal de Trânsito (Agetran) e modernização do sistema de gestão do Instituto Municipal de Previdência, que servirão de modelo para implantação desta modernização em todas as demais secretarias.

“É muito difícil saber onde uma flecha vai parar se você atirar a esmo. Se você não tem alvo, ela pode cair até na sua própria cabeça e te ferir. E a vida também funciona assim. É preciso estudo, planejamento e organização. Não há como prosperar se não for com a ajuda de muitos. E nós temos feito isso. Não estamos pensando apenas na nossa gestão, mas também nos que vão nos suceder. Se outros tivessem feito isso, as coisas seriam muito mais rápidas. Com isso, quem sai lucrando é a cidade”, declarou o prefeito Marquinhos Trad.

O projeto de gestão eletrônica vai transformar o trabalho, por exemplo, na Agetran.  Com a digitalização, a tramitação dos documentos será muito mais rápida, garantindo também segurança e economia para a Prefeitura. “Permite mais controle, economia e segurança nos processos, racionalizando mão de obra e material”, explicou o presidente da Agetran, Janine Bruno.

Já no IMPCG a modernização  garantirá um novo sistema de gestão, melhorando a administração  de convênios e possibilitando um gerenciamento completo dos setores financeiros, administrativos e de atendimento.

“Além de tornar mais ágeis os trabalhos operacionais e demandas internas do administrativo municipal, os quais dão sustentação para toda a máquina pública, as ferramentas irão proporcionar ao gestor mais assertividade nas decisões , refletindo em um melhor e mais rápido serviço prestado ao cidadão”, explicou o diretor-presidente da Agetec, Paulo Fernando Garcia Cardoso.

O investimento em tecnologia também trará benefícios para o setor de compras do Município, assegurando maior transparência, uniformização e redução  no lapso temporal dos processos. Com este investimento, Campo Grande deixará de ser uma das únicas capitais onde os processos são manuais, passando a ter processos automatizados.

A tecnologia também trará benefícios ao setor de recursos humanos, com plataforma WEB mais rápida, segura e estável, oportunizando  atendimento a normativa federal de implantação do E-Social, evitando problemas na liberação de recursos.

Com o investimento, Campo Grande é uma das primeiras capitais a se preparar para envio das informações relativas ao E-Social, exigido pelo Governo Federal.

Todos os projetos já estão em andamento e com previsão de conclusão no máximo em 2019. “Nunca se investiu tanto em tecnologia. Vamos deixar um legado muito importante para a nossa cidade”, finalizou Paulo Fernando Cardoso.