Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Cidades

Juiz condena município a isentar IPTU de imóveis do SENAI

IPTU

31 janeiro 2014 - 10h10Por Marcelo Villalba

O juiz em regime de mutirão pela 3ª Vara da Fazenda Pública e Registros Públicos de Campo Grande, Emerson Ricardo Fernandes  deu imunidade do IPTU sobre os imóveis do SENAI de Mato Grosso do Sul, desde que a utilização seja para finalidade institucional.

Mesmo com débitos equivalentes aos impostos cobrados, Emerson concluiu que a instituição de educação faz parte da administração pública indireta, e por isso deveria ter imunidade tributária, que é instituída pela Constituição Federal, sendo que tais tributos não poderiam ser cobrados.

Já a Prefeitura foi contra pois alega que o SENAI não demonstrou os requisitos exigidos para ter a isenção.

De acordo o juiz as condições estabelecidas pelo Código Tributário Nacional, a entidade possui os requisitos para usufruir da imunidade.  Conforme nota do TJ a entidade possui em seu certificado imunidade decorrente do texto constitucional.  " Assim, tal imunidade só poderá ser eliminada caso haja a comprovação do descumprimento dessas exigências", trecho da sentença.

Com isso o magistrado declarou que a prefeitura não pode fazer cobranças a instituição e nem por ele inscrito em dívida ativa, excluindo assim as cobranças do IPTU dos imóveis. 

Leia Também

Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante pandemia
Polícia
Mato Grosso do Sul reduz índices de violência durante pandemia
Presidente da Samsung morre aos 78 anos
Geral
Presidente da Samsung morre aos 78 anos
Pedestre morre após ser atropelado por motorista 'fujão'
Interior
Pedestre morre após ser atropelado por motorista 'fujão'
Homem é espancado a pauladas e abandonado à própria sorte em Três Lagoas
Interior
Homem é espancado a pauladas e abandonado à própria sorte em Três Lagoas