(67) 99826-0686
Origem - entregas

Nova Lima foi abandonada pelo poder público, afirma líder comunitário

Regiões de Campo Grande

13 JAN 2014
Aline Oliveira
18h10min
Fotografia: Geovanni Gomes

 

O bairro Nova Lima possui 55 anos de existência e assim como outras regiões periféricas da Capital enfrenta várias dificuldades estruturais em razão do crescimento populacional e da falta de planejamento estrutural. A região do ‘Grande Nova Lima’ é composta pelo bairro localizado no polígono das ruas Marquês de Herval e avenidas Consul Assaf Trad e Lino Vilachá e mais 11 parcelamentos que abrigam uma população de 35.519 habitantes.

 

Para o presidente do Movimento de Apoio Social Campo-grandense, José Ferreira Rocha Neto, o Zé do Anache, a situação da população é bastante difícil e motivos não faltam. “Temos problemas sociais e de infraestrutura muito complexos, no entanto, nossa região também cresceu bastante e abriga importantes empresas, Ongs e o hospital São Julião que é referência no atendimento de alta complexidade do SUS. Porém, realizamos um levantamento em 2012 e a unanimidade da população foi a seguinte: em primeiro lugar é preciso terminar de asfaltar o Nova Lima e demais bairros, em segundo lugar melhorar o atendimento à saúde e por último, construção de áreas de lazer”, detalhou o líder comunitário.

 

Atendimento à saúde - Zé do Anache avalia que os problemas não são atuais e são resultado da falta de atenção das administrações passadas. A saúde pública é um dos maiores problemas e o líder comunitário revela que não consegue dialogar com os representantes da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública).

 

“Temos somente uma Unidade Básica de Saúde no Nova Lima que é o São Francisco. Lá o funcionamento tem sido feito de forma precária, com falta de material para exames, kits de diabetes, material de higiene, limpeza, funcionários e até certos medicamentos. Fui buscar um resultado de exame para minha esposa e não tinha papel suficiente para imprimir e por isso foi feito dos dois lados. Questionei e me disseram que era ordens para conter os gastos” declarou.

 

O líder comunitário informou que nas UBSF’s a situação é ainda pior e quando o problema é mais grave, os pacientes são orientados a se deslocarem até o posto do Nova Bahia e somente depois, para a UPA do Coronel Antonino. “Convivemos com alto número de adictos em álcool e drogas, adolescentes grávidas entre 12 e 16 anos e homicídios frequentes. Tudo isso é resultado do consumo de substâncias ilícitas, então precisamos de apoio maior do CRAS e da UBS. Várias lideranças da região urbana do Segredo já tentaram apresentar os problemas relacionados à saúde para Sesau, porém, não temos nem mesmo nossos ofícios atendidos”, desabafou.

 

Infraestrutura – Apesar de ter mais de cinco décadas de existência, o bairro Nova Lima possui apenas sete vias pavimentadas e os demais parcelamentos também sofrem com a falta do asfaltamento. “Os outros bairros só possuem asfalto na linha do ônibus e os moradores sofrem muito, tanto no período de seca quanto no de chuva. Há três meses, o prefeito Alcides Bernal foi ao bairro e anunciou que iria asfaltar todo bairro Nova Lima, Colúmbia e Anache, porém, quando fomos cobrar o início das obras ficamos sabendo que o projeto não foi entregue até 31 de dezembro na Caixa Econômica e por isso os recursos não foram liberados. Só em março é que o plano será entregue a instituição financeira, então eu pergunto quando estas obras irão começar?”, questionou.

 

No entanto, Zé do Anache fala com orgulho dos pontos positivos da região e relata que o potencial comercial é muito grande. “Temos várias fábricas como embutidos, pré-moldados, carvão, plásticos e até chocolate. Sem contar um comércio bem diversificado no atendimento a várias necessidades dos moradores. Só falta uma agência bancária, já que temos apenas uma lotérica para realizar nossos pagamentos”, reforçou.

 

Outro fator importante para o desenvolvimento da região e que será apresentado na próxima reportagem é a construção do Shopping Bosque dos Ipês, que proporcionou a valorização de terrenos e casas existentes na localidade.

Fotografia: Geovanni Gomes
Fotografia: Geovanni Gomes
Fotografia: Geovanni Gomes

Veja também