TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Cidades

Casal que viajava por todo o Brasil está entre os envolvidos no acidente da BR-060

Mato Grosso do Sul era o último Estado que eles percorriam após passarem mais de 8 meses nas estradas do país

17 novembro 2021 - 12h37Por Antonio Bispo

Tiago Escarcell Bohrer, de 32 anos, e Jennifer Pereira dos Santos, de 19, são uma das vítimas do acidente que matou Clovis Zolet, de 63, na tarde desta terça-feira (16), na BR-060, próximo a Paraíso das Águas.

O casal passou por todos os Estados do país ao longo de pouco mais de 8 meses. Mato Grosso do Sul era o último Estado a cumprirem a jornada de mais de 37 mil quilômetros rodados.

Horas antes do acidente acontecer, eles postaram em uma página do Facebook, onde compartilhavam as histórias e rotinas das viagens que haviam, enfim, completado os 27 estados brasileiros a bordo de uma motocicleta Titan. Essa foi a última postagem deles.

No vídeo, diversas pessoas comemoraram a conquista.

Entretanto, após a gravação e comemoração, uma tragédia encontrou o casal nas terras sul-mato-grossenses.

Outro motociclista, Clóvis Zolet, de 63 anos, pilotava uma BMW 1200 e decidiu fazer uma ultrapassagem em local proibido, atingindo a motocicleta dos jovens de frente.

Clóvis não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Tiago foi atingido, também, por uma carreta e perdeu a perna com a batida. Jennifer sofreu diversas fraturas e foi levada em estado grave ao hospital. Os dois aguardam vaga no leito de CTI na Santa Casa de Campo Grande.

Conforme divulgado pelo site A Onça, o casal postou um desabafo nas redes assim que entraram em Mato Grosso do Sul.

“A gente acabou de completar o Brasil, não sei nem o que dizer, ainda mais depois do ataque de onça no último trecho. E fica um recado para toda galera de motociclismo, principalmente porque muita gente ignora os viajantes que estão na estrada. Muito motociclista passou na estrada por nós e nos ignorou. Parava do lado e olhava com cara feia, porque tinha balde amarrado, mochila amarrada. Motociclismo não está num colete que tu usa, não está na cilindrada da tua moto, nem no ano, nem na beleza da tua moto. O motociclismo não está em uma barba e um rock n roll ou um bar de motociclista. O motociclismo está na alma, está no coração”, disse Tiago.