Menu
terça, 18 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Cidades

MPE denuncia Siufi por não cumprir carga horária em unidade de saúde

20 outubro 2015 - 08h05Por Vinícius Squinelo

Uma ação com denúncias de improbidade administrativa foi protocolada pelo MPE (Ministério Público Estadual) contra o vereador Paulo Siufi (PMDB) e outros médicos que atuam na Rede Municipal de Saúde.

O documento aponta os profissionais como suspeitos de cumprir carga horária inferior à prevista em contrato, gerando um dano ao erário de cerca de R$ 1 milhão. As investigações, realizadas pelo promotor Fernando Martins Zaupa, apontam que o peemedebista cumpriu apenas 18,12% de uma carga-horária de 6.360 horas na rede pública de saúde.

De acordo com o MPE, Siufi comparecia na UBS (Unidade Básica de Saúde) Manoel Cordeiro, situada na saída para Rochedo, apenas uma vez por semana para prestar atendimento médico, sendo que cada atendimento custava R$ 361,60, ultrapassando valores cobrados em rede particular.

Outros médicos que atuam na unidade também serão investigados, já que foi constatado um prejuízo de R$ 1 milhão aos cofres públicos. O MPE Solicita o bloqueio de R$ 366 mil das contas do parlamentar, totalizando o prejuízo causado por ele aos cofres e a condenação pela “prática dos atos de improbidade administrativa”.