Menu
terça, 18 de maio de 2021
MS CRESCE PELA VIDA 14 a 18/05/2021
Cidades

MS reduz taxa de ocupação nos leitos, mas índice ainda preocupa

O número que vem reduzindo é referente a quantidade de óbitos causados pela covid-19

15 abril 2021 - 12h09Por Vinicius Costa

O índice de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados para tratamento exclusivo da covid-19 reduziu para menos dos três dígitos, nesta quinta-feira (15), contudo, ainda deixa Mato Grosso do Sul em estado de alerta para a superlotação.

Segundo dados do portal Mais Saúde, o índice caiu para os dois dígitos e fixou nas primeiras horas da manhã em 98,97%, sempre flertando com os 100%.

A taxa continua alta pela fila de espera que aumenta cada vez mais nas centrais de regulação para aguardar uma vaga hospitalar. O número que vem reduzindo é referente a quantidade de óbitos causados pela covid-19.

A macrorregião de Campo Grande, por exemplo, conta com 102% em sua taxa de ocupação. As outras macrorregiões, como Corumbá com 94%, Dourados caiu para 90% e Três Lagoas está com 95%.

De acordo com o portal, gerenciado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), 581 leitos de UTI estão sendo destinados para tratamento.