Menu
Busca quarta, 29 de janeiro de 2020
Cidades

Parte mais fraca: Dpvat registra mais de 2 mil pedestres acidentados em MS

Números são somente do primeiro semestre e foram divulgados nesse 8 de Agosto, Dia Mundial do Pedestre

08 agosto 2019 - 16h48Por Thiago de Souza

2.055 pedestres vítimas de acidentes de trânsito foram indenizados em Mato Grosso do Sul – somente de janeiro a junho deste ano - conforme a Seguradora Líder. Os números, preocupantes, foram divulgados neste 8 de agosto, Dia Mundial do Pedestre. 

Ainda de acordo com a Seguradora, que administra o Seguro DPVAT, os pedestres representam a segunda categoria que mais recebe o benefício por acidentes de trânsito, ficando atrás somente dos motoristas.

Acidentes

No dia 20 de fevereiro deste ano, um garoto de nove anos ficou gravemente ferido após ser atropelado por uma van escolar, na rua dos Ferroviários, centro da cidade. Após a batida, o condutor do veículo percebeu a criança inconsciente e tentou reanimá-la, com a ajuda de uma moradora. O menino foi levado à Santa Casa e, por mais de 24 horas, precisou respirar com a ajuda de aparelhos.

Jerônima Felipe de Souza, 73 anos, morreu no hospital, após ser atropelada no dia 22 de junho, quando saía de uma igreja no bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande. A motorista de um Voyage, de 42 anos, alegou que a idosa teria "aparecido" na frente do seu carro, sem dar tempo de evitar o atropelamento.

Atropelamento registrado pelo TopMídiaNews em 2018. (Foto: Arquivo - Wesley Ortiz)

Indenizações

Neste ano, informa a empresa, em todo o país, mais de 155 mil indenizações já foram pagas a vítimas de ocorrências, e seus beneficiários. Destas, 46.866 foram para pedestres, sendo 5.363 por morte, 36.137 para pessoas que ficaram com algum tipo de invalidez permanente e 5.366 para o reembolso de despesas médicas e suplementares. Na maior parte dos casos, as motocicletas estavam envolvidas nos acidentes, somando 28.861 benefícios concedidos.