tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Cidades

PMA recolhe segunda Jaguatirica atropelada em rodovia em menos de 15 dias

09 dezembro 2015 - 17h32Por Da assessoria

Em quase todas as rodovias de Mato Grosso do Sul tem ocorrido um alto índice de atropelamentos de animais silvestres. Nesta quarta-feira (9), pela manhã, na BR 267, os Policiais Militares Ambientais de Jardim recolheram uma Jaguatirica, que fora atropelada e morta, a 15 km da cidade. As condições do animal indicavam que o bicho teria sido atropelado pela madrugada.

O animal será recolhido para Campo Grande e será taxidermizado, empalhado para ser utilizado em trabalhos de Educação Ambiental, em uma oficina denominada museu de fauna. O trabalho é desenvolvido da seguinte forma: durante a visitação ao museu (estande), o policial ambiental, ou criança do Projeto Florentina, ministra palestra sobre os problemas relativos à fauna, tais como: tráfico, caça, pesca predatória, entre outros.

Disserta também sobre a cadeia alimentar, a origem de cada animal que ali está, assim como a importância da conservação de cada um em seu habitat para manter o equilíbrio ecológico como: controle de pragas, doenças causadas pela ingestão da carne desses animais e dos riscos do contato em cativeiro, especialmente de doenças, visto que 75% das doenças inseridas nas populações humanas são de origem zoonótica.

A função principal do museu, mostrando os animais taxidermizados é discutir os problemas que os levaram a estarem mortos ali e não natureza. Discutir o papel da fauna no equilíbrio das populações faunísticas, na dispersão da flora, bem como os problemas ambientais e econômicos das invasões e introduções de espécies, que são a segunda causa de extinção de espécies. Também o conhecimento da fauna é um fator importante para a audiência.


Jaguatirica atropelada em Campo Grande

No dia 25 do mês passado, Policiais Militares Ambientais de Bataguassu, que se deslocavam para Campo Grande recolheram uma Jaguatirica, que fora atropelada e morta, a 20 km da Capital.

Este animal já foi taxidermizado (empalhado) para uso nos trabalhos de Educação Ambiental, em um Curso de Taxidermia e Educação Ambiental, envolvendo Policiais Ambientais de sete Estados, que está ocorrendo desde o dia 2, e vai até 13 de dezembro, na Fazenda Green Farm CO2 Free, no município de Itaquiraí.