Menu
domingo, 29 de novembro de 2020
Cidades

Presença de Lula provoca protestos dos produtores rurais

Protesto

13 novembro 2013 - 10h43Por Ana Rita Chagas e Juliene Katayama

A presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva provocou protestos de produtores rurais que estavam em frente a sede da FIEMS (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul), na manhã desta quarta-feira (13).  Com abacaxi nas mãos, os produtores se manifestaram contra o impasse sobre a questão indígena em Mato Grosso do Sul.

Segundo a produtora rural, Luana  Ruiz, o movimento é para dizer ao ex- presidente que os produtores já estão cansados de conversa e nada tem sido feito para resolver o problema no estado. Revoltada, a produtora informou que a propriedade dela, que está localizada no município de Antônio João, foi invadia há pelo menos 15 anos. " Lula já ouviu os produtores rurais. Ele sabe o que tem de fazer, inclusive os indígenas estão sendo enganados", acrescentou.

Para a produtora "a última negociação foi politiqueira e o governo federal tem de resolver os problemas tanto dos índios terenas quanto dos guaranis".

Em resposta ao manifesto, Lula disse que a conversa tem de ser com os representantes e não com os produtores. " Os representantes agem com a cabeça e os produtores agem com a emoção", frisou.  O ex-presidente Lula está na Capital participando de reuniões com empresariado e lideranças políticas.   

Leia Também

Apesar de alta nos casos, cariocas lotam praias no domingo de eleição
Geral
Apesar de alta nos casos, cariocas lotam praias no domingo de eleição
'Que a força esteja com ele': morre David Prowse, o primeiro Darth Vader de Guerra nas Estrelas
Geral
'Que a força esteja com ele': morre David Prowse, o primeiro Darth Vader de Guerra nas Estrelas
Detento foge enquanto pintava muro de presídio em Nova Andradina
Interior
Detento foge enquanto pintava muro de presídio em Nova Andradina
Edu Miranda quer continuar trabalho com assistência social e mandato voltado para as pessoas
Política
Edu Miranda quer continuar trabalho com assistência social e mandato voltado para as pessoas