FIEMS JUNHO

segunda, 17 de junho de 2024

Busca

segunda, 17 de junho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Cidades

há 7 anos

Professora que destilou preconceito na internet é investigada pela Semed e pode ser demitida

Secretária Ilza Mateus confirmou que comportamento de Facebook teria sido repetido em sala de aula

A professora Daniele Gomes, que disparou vários tipos de preconceitos nem sua página pessoal no Facebook, já teria recebido denúncias por ter o mesmo comportamento em sala de aula. A informação foi confirmada pela secretária municipal de Educação Ilza Mateus, que prometeu apurar o caso. No entanto, ela afirmou que é preciso que os pais formalizem as reclamações. Ilza também lembrou que, apesar da polêmica, a professora terá todo direito de se defender.

“É condenável o que ela fez, mas não podemos nos basear apenas nas notícias. No entanto, temos denúncia que ela faz as mesmas coisas do Facebook também faz em sala de aula, mas não podemos pular etapas, ela tem direito  ampla defesa”, garantiu Ilza afirmando que a Semed (Secretaria Municipal de Educação) já está investigando a postura da educadora.

Segundo a titular da pasta, a equipe de gestão já está conversando com a direção da escola que a professora ministra aulas de artes. “Se ficar comprovado todo o comportamento inadequado dela, aí será punida naquilo que é previsto. Vamos apurar os fatos. O que eu vi é em sites, solicitei que o pessoal da gestão conversar com a direção da escola e vamos iniciar o processo”.

“Os pais falando em site nós vimos, mas queremos uma denúncia formalizada e ela vai responder pelos atos cometidos na escola. No Facebook dela, ela responde pessoalmente. Mas os pais é quem devem denunciar”, pontuou.

Pais fizeram reclamações sobre comportamento e defendem exoneração

Ao TopMídiaNews alguns pais enviaram denúncias contra a professora, como por exemplo, que ela usa as mesmas palavras em sala de aula. “Ela é professora do meu filho, além de falar em sala de aula que as crianças "tem que cuidar porque a sociedade está ficando obesa", continua lá trabalhando normalmente. Acho que deveria ser afastada”, afirmou uma das mães.

A secretária explicou, no entanto, que os pais ou responsáveis que quiserem denunciar o comportamento inadequado da educadora devem se dirigir até a Semed ou a direção da escola e formalizarem a denúncia. Na internet, a hastag #ExoneraSemed chegou a ser disseminada. 

As polêmicas declarações da professora Daniele Gomes sobre pessoas obesas não pouparam nem mesmo a artista Larissa Manoela e o homem acusado de bater na mãe idosa. O preconceito também foi disparado contra uma autista. As informações são públicas, do próprio Facebook da professora.

Pais e responsáveis de alunos foram até a Escola Domingos Gonçalves Gomes e, segundo a mãe de uma das alunas que reclamou de Daniele, o diretor deixou a docente à disposição da Semed. "Agora a advogada da Semed deve entrar em contato com ela proibindo de dar aulas, e ela tem que assinar o documento aceitando, porque se ela não aceitar, nós vamos na delegacia, procurar a Defensoria e fazer manifestação, já que ela tem muitas reclamações", contou a mãe. 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO