ALMS - RAMAL
Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
REFIS SAUDE
Cidades

Recapeamento da Bandeirantes está orçada em R$ 23 milhões e será finalizada em até 30 meses

70% das obras serão executadas por 240 militares do 9º Batalhão de Engenharia de Construção, de Cuiabá

08 setembro 2016 - 19h01Por Kerolyn Araújo

As obras de recapeamento da Avenida Bandeirantes, que também englobará as ruas Guia Lopes, Brilhante e Marechal Deodoro, estão previstas para começar na próxima semana com o levantamento topográfico das vias.  Ao todo, 12 quilômetros serão recuperados e 70% das obras serão realizadas por militares do Exército.

Conforme informações do secretário Amilton Cândido de Oliveira, da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação (Seintrha), o convênio assinado entre a Prefeitura Municipal de Campo Grande e o Comando Militar do Oeste (CMO) para a execução das obras, prevê um orçamento de R$23 milhões. "Caso o valor fique abaixo do que foi previsto, o Exército devolverá esse dinheiro à prefeitura. Com esse convênio temos a certeza que teremos um pavimento de qualidade", afirmou o secretário.

Durante as obras, além do recapeamento do asfalto, serão feitos outros trabalhos, como recuperação de meio-fio, calçadas, pontos de acessibilidade, além de sinalização. A previsão é de que todo o trabalho seja entregue em até 30 meses. 

De acordo com o engenheiro Civil do Exército e responsável pela fiscalização das obras, capitão Filipe Almeida Corrêa do Nascimento, na próxima semana os militares darão início aos trabalhos com o levamento topográfico das ruas. "O prazo de 30 meses para a entrega das obras engloba desde o planejamento até a finalização do serviço, mas acredito que o trabalho terminará bem antes do que previsto", explicou. 

Ainda conforme o engenheiro, 70% das obras serão executadas por 240 militares do 9º Batalhão de Engenharia de Construção, de Cuiabá, que é coordenado pelo 3º Grupamento de Engenharia do Exército. "Os outros 30% serão realizados por empresas terceirizadas que vamos contratar, mas todo o trabalho será fiscalizado pelo Exército", ressaltou o capitão.

Além dessas vias, outras também passarão pelo serviço de recapeamento, entre elas a rua Dos Andradas, próxima ao CMO, Fernando de Noronha, trecho entre a Avenida Tamandaré e Presidente Vargas, Joaquim Murtinho na altura do supermercado Extra e Marquês de Lavradio. Conforme o secretário Amilton, a recuperação de outras vias estão em processo de licitação, como a rua Trindade. 

Leia Também

Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Política
Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital
Cidade Morena
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital
Com mais dez vidas perdidas, Mato Grosso do Sul tem 590 novos casos de coronavírus em 24h
Saúde
Com mais dez vidas perdidas, Mato Grosso do Sul tem 590 novos casos de coronavírus em 24h
Em operação, GCM orienta 101 estabelecimentos a cumprir toque de recolher
Polícia
Em operação, GCM orienta 101 estabelecimentos a cumprir toque de recolher