Menu
segunda, 30 de novembro de 2020
Cidades

CAOS TOTAL: além de atrasos salariais, profissionais ficam até sem luvas na Cândido Mariano

Após denúncia de atraso salarial dos médicos, funcionários decidiram botar a "boca no trombone"

10 dezembro 2019 - 07h00Por Nathalia Pelzl

Após os médicos da Maternidade Cândido Mariano, que estão com os salários em atraso, procurarem a mídia, os técnicos da unidade entraram em contato como TopMídiaNews para denunciar a falta de remédios e as condições de trabalho.

Funcionária, que terá a identidade preservada, contou sobre a falta de medicamentos. “O caos não é só o salário. Está faltando material. Ontem, de dia e a noite, estava em falta dipirona, tramadol, cefalotina, cefazolina e até simeticona comprimido, as pacientes ficaram com dor”.

Outra profissional continua o relato de horrores. “Não temos material para trabalhar, a UTI neonatal não tem luvas para procedimentos, seringas, equipos (para infusão de sangue), temos que reaproveitar. Bebês que tem sífilis, estamos tendo que mexer sem luva porque não tem, com risco de ser contaminado”.

“Semana passada nasceu um bebê com esforço respiratório, só conseguiu ir para a UTI, pois a família ameaçou ir na imprensa fazer barraco, aí eles deram um jeito de ter vaga”, conta.

E os problemas continuam, segundo os funcionários. “O maqueiro esta de férias. As técnicas que têm que pegar o paciente e levar ao leito, passar para as camas as pacientes. Isso é desvio de função”.

Outro problema enfrentado, ainda segundo eles, é a redução do adicional noturno fora do previsto em lei.

“Eles falaram que baixaram o adicional noturno de acordo com a lei. Que a lei não obriga a pagar feriado, nem dar a folga se o feriado cair no dia do plantão. Que quem trabalhar no Natal será contado como dia normal”.

Em nota, a assessoria de imprensa da unidade infomou que já passou a situação para a direção e que aguarda posicionamento. 

Leia Também

Motorista do Trutis teve R$ 79 mil para campanha, mas não conseguiu nem 700 votos na Capital
Política
Motorista do Trutis teve R$ 79 mil para campanha, mas não conseguiu nem 700 votos na Capital
Adolescente de 17 anos morre em batida entre motos em assentamento de Nova Andradina
Interior
Adolescente de 17 anos morre em batida entre motos em assentamento de Nova Andradina
Sebastião Melo vence comunista Manuela D’ávila em Porto Alegre
Geral
Sebastião Melo vence comunista Manuela D’ávila em Porto Alegre
Bruno Covas derrota Guilherme Boulos com diferença de quase 20% em SP
Geral
Bruno Covas derrota Guilherme Boulos com diferença de quase 20% em SP