Menu
terça, 01 de dezembro de 2020
Cidades

TJ/MS promove ciclo de palestras sobre Infância e Juventude a partir de quinta-feira

Palestra

05 novembro 2013 - 10h00Por Da Redação

A Escola Judicial do Estado de Mato Grosso do Sul (Ejud-MS) em parceria com a Coordenadoria da Infância e Juventude, promovem nos dias 7 e 8 de novembro, no Auditório da Esmagis (sede campo da Amamsul), o Ciclo de Palestras e Debates sobre o Direito da Infância e Juventude, coordenado pela Desembargadora Maria Isabel de Matos Rocha.

A primeira palestra “Garantias Processuais no Processo Socioeducativo” será proferida pela advogada e socióloga Ana Paula Motta Costa (RS). Logo após, o médico psiquiatra Marcos Estevão dos Santos Moura (MS) proferirá palestra intitulada “Tratamento de drogadição (internação compulsória, serviços ambulatoriais e de internação, comunidades terapêuticas)”. A última palestra do dia será proferida pelo Padre Agnaldo Soares Lima (DF), com o tema “Lei 12.594/2012 – SINASE: Perspectivas e Desafios”.

Para o dia 8 de novembro estão previstas as palestras  do Juiz de Direito de Natal/RN, Marcus Vinícius Pereira Júnior, com o tema “O Papel do Judiciário na Implementação das Políticas Públicas Infantojuvenis”; em seguida o Doutor em Altos Estudos Contemporâneos pela Universidade de Coimbra, Augusto Jobim do Amaral (RS), discorrerá sobre  “Violência e Ato Infracional: Arquivos do Mal-estar Contemporâneo”.

No período vespertino, com início às 14 horas, O Juiz de Direito da Infância e Juventude de João Pessoa, Fabiano Moura de Moura, discorrerá, a partir das 14 horas, sobre “A Escuta de Crianças e Adolescentes em Processo Judicial”. Logo após, a Juíza de Direito da 1ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de Curitiba, PR, Lídia Munhoz Mattos Guedes, proferirá palestra intitulada “Destituição do Poder Familiar” e, por último, a psicóloga e psicanalista Márcia Regina Mendes Ibrahim (MS), discorrerá sobre a “As Vicissitudes da Infância e Adolescência na Contemporaneidade”.

Inscrição- Podem se inscrever no evento também Promotores e Defensores Públicos, Delegados de Polícia, Advogados, Assessores de Magistrados, Assistentes Sociais e Psicólogos da Capital e demais interessados.

Leia Também

Casal é preso por estuprar e maltratar quatro filhos em MS
Polícia
Casal é preso por estuprar e maltratar quatro filhos em MS
Cinco são presos em flagrante em investigação de tráfico de drogas no Guanandi
Polícia
Cinco são presos em flagrante em investigação de tráfico de drogas no Guanandi
A pedido dos servidores, Governo deposita 13º salário nesta terça
Economia
A pedido dos servidores, Governo deposita 13º salário nesta terça
Rapaz é espancado por cercar terreno com pé de manga; dupla não queria pedir pelas frutas
Polícia
Rapaz é espancado por cercar terreno com pé de manga; dupla não queria pedir pelas frutas