Menu
quinta, 25 de fevereiro de 2021
Cidades

Escravidão moderna: prestes a ser despejada, Neli busca ajuda para construir um lar

O objetivo é chegar aos R$ 80 mil, mas até agora menos de R$ 2 mil foi arrecadado; veja como ajudar

17 janeiro 2021 - 07h00Por Nathalia Pelzl

Ainda está em andamento a vaquinha on-line em prol da construção de Neli Terezinha de Souza Machado Rodrigues, 63 anos, que está correndo o risco de ser despejada após 57 anos de trabalho, em Campo Grande. 

O objetivo é chegar aos R$ 80 mil, mas até agora menos de R$ 2 mil foi arrecadado. 

Neli ou Terezinha, como é conhecida, mora em um cômodo nos fundos do imóvel da família adotiva. A preocupação é ser mandada embora sem seus direitos e até um teto para morar.

“Aos 6 anos, ela foi dada para adoção por sua mãe biológica. Desde então, passou a morar com a família que a adotou e realizar pequenos serviços, como babá. Quando cresceu, assumiu outras funções, fazendo todo o serviço da casa. O que a impedia de ir para a escola, pois, eles precisavam que alguém ficasse”, contou a filha ao TopMídiaNews

A filha pontua que a ideia é resolver a situação também na Justiça. 

“Queremos que a verdade chegue às autoridades que estão julgando o caso. Que a justiça seja feita e Tereza tenha ao menos o direito a um lar digno para morar. Que possamos ter fé no Judiciário Brasileiro, pois a justiça divina existe, mas também clamamos pela justiça dos homens”, disse. 

Para contribuir com a vaquinha, clique aqui.