Menu
quinta, 04 de março de 2021
CORONAVÍRUS

Vídeo: secretário de Saúde de Rondônia é hospitalizado em MS

Ele teve covid e foi tratado no Estado

23 fevereiro 2021 - 14h47Por Nathalia Pelzl

O secretário municipal de saúde de Rolim de Moura, Roberto Hidequi Fuji enviou mensagem de agradecimento aos profissionais de saúde do Hospital Regional de Campo Grande (HRMS). 

Ele ficou internado na unidade por duas semanas após ser infectado pela doença. 

Em mensagem enviada, Fuji comentou sobre a parceria da equipe de saúde, disse que o serviço oferecido é espetacular e afirmou que a ajuda humanitária oferecida pelo Governo de Mato Grosso do Sul para outros estados brasileiros é de grande valia.

“Passei duas semanas em Campo Grande: a primeira semana na UTI; a segunda já no leito de enfermeira. Não precisei ser intubado. Sempre de forma muito bem atendida pelos profissionais de Campo Grande que estão de parabéns”, falou ele, já em casa, no município de Rolim de Moura.

Com 57 anos de idade, Roberto foi transferido para atendimento no HRMS no início de fevereiro depois de apresentar dificuldades para respirar por causa da Covid-19. 

Ele tem hipertensão e diabetes e conseguiu uma vaga de UTI em Campo Grande após ajuda humanitária oferecida pelo Governo de Mato Grosso do Sul.

Conforme a SES, Secretaria de Estado de Saúde, desde que o governador Reinaldo Azambuja ofereceu ajuda para Rondônia, que enfrenta superlotação de hospitais, 14 pessoas foram enviadas para atendimento médico em Mato Grosso do Sul. 

Desse total, três receberam alta e já retornaram aos municípios de origem. 

Além do secretário de saúde de Rolim de Moura, as outras duas pessoas curadas da Covid-19 em MS são um homem de 36 anos e uma mulher de 37 anos.

Além disso, três pacientes morreram. Outras seis pessoas seguem internadas no HRMS.