A+ A-

domingo, 14 de abril de 2024

domingo, 14 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Cultura

24/02/2024 18:10

A+ A-

Artista campo-grandense, Bruno realiza sonhos e brilha nos palcos do Brasil e do mundo

Aos 25 anos, Bruno já se apresentou na Turquia e, recentemente, desfilou na Marquês de Sapucaí

Aos 25 anos, o campo-grandense Bruno Sarate já conquistou palcos no Brasil e no exterior com sua arte. Formado em artes cênicas pela renomada Faculdade de Artes Cênicas da Casa de Artes Laranjeiras, no Rio de Janeiro, Bruno carrega consigo o orgulho de representar Campo Grande nas performances que realiza.

"Nasci e cresci em Campo Grande, e hoje tenho a oportunidade de levar um pouco da minha arte para diferentes lugares do Brasil e do mundo. Me formar na Casa de Artes Laranjeiras era um dos meus maiores sonhos, e graças ao meu esforço, pude realizá-lo", revela Bruno.

Em 2023, Bruno viveu uma experiência única ao trabalhar como bailarino em uma companhia de dança na Turquia, após uma audição bem-sucedida. "Foi mais um sonho realizado, especialmente porque havia feito uma promessa a um amigo turco de que um dia iria visitá-lo. E isso se tornou realidade", conta o artista.

Recentemente, em novembro passado, Bruno retornou ao Brasil e teve a oportunidade de desfilar na Marquês de Sapucaí pelo grupo da série ouro G.R.E.S Unidos de Padre Miguel. "Por coincidência, ou destino, meu chefe e coreógrafo da companhia na Turquia me convidou para assistir a um ensaio técnico das escolas da série ouro, e quando cheguei lá, a escola que estava entrando era a Unidos de Padre Miguel", compartilha Bruno.

Bruno iniciou sua jornada na dança através do projeto Escola-Viva, nas escolas municipais de Campo Grande aos 10 anos. Em 2014, começou a explorar também as artes cênicas, ampliando as habilidades e preparando-se para os desafios que viriam pela frente.

"Eu sempre fui apaixonado pela arte. Aos seis anos eu decidi que seria ator profissional e, desde então, me agarrei neste objetivo, mas a dança veio primeiro", revela. Bruno atuou durante anos em alguns grupos de dança da capital, competindo em diversos eventos como o Festival MS Street Dance, organizado por Edson Clair, até que, em 2017, resolveu se especializar em artes cênicas.

"Eu tive a vontade de me formar e, então, conheci a Casa de Artes Laranjeiras. Só que eu não tinha dinheiro para pagar, e aí eu fui estudando até que em 2021, tentei uma bolsa pela segunda vez pelo FIES e consegui 80% de bolsa", relembra.

Em plena pandemia, Bruno precisou lidar com uma série de adversidades pelo caminho, mas que nunca o impediram de continuar a faculdade e seguir com seu sonho. "A minha família nunca teve condições de nada. Eu lembro que passei muito perrengue no Rio de Janeiro, porque eu tinha que trabalhar e estudar. Eu morei por anos em uma república dividindo o quarto com três pessoas, mas tudo em prol desse objetivo e sempre pensando, assim, nos sonhos que eu queria realizar", compartilha.

Hoje, após toda a superação, tendo conquistado e realizado tantos sonhos, Bruno se sente realizado e agradecido pela bagagem que adquiriu ao longo de sua vida profissional. "É muito gratificante trazer comigo toda a bagagem que adquiri estudando dança e teatro na minha terra natal. Ver meus sonhos se concretizarem aos poucos é uma sensação indescritível. Muitos outros artistas de Campo Grande estão voando alto, e é emocionante fazer parte desse movimento e pisar nos maiores palcos do mundo", conclui.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias