TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Cultura

Palco Giratório do Sesc traz à Capital espetáculo 'Eles não usam tênis Naique'

Também há oficina de trocas com a Cia Marginal, do Rio de Janeiro

13 agosto 2018 - 16h47Por Sesc MS

No dia 16 de agosto, quinta-feira, o Palco Giratório apresenta no Teatro Prosa do Sesc Horto o espetáculo “Eles não usam tênis Naique”, com a Cia Marginal, do Rio de Janeiro (RJ). O espetáculo começa às 20 horas, a entrada é gratuita, mas os ingressos são limitados à lotação do espaço, que é de 236 lugares, por isso é preciso retirá-los com pelo menos meia hora de antecedência.

A peça é ambientada numa favela do Rio de Janeiro, narra o reencontro de um pai e uma filha que não se viam há muitos anos. Ele foi traficante nos anos 80, quando o comércio ilegal de drogas ainda mantinha um vínculo moral com a comunidade, ela é uma jovem traficante nos dias atuais. O espetáculo gira em torno de um embate ideológico entre os dois personagens, representados em cena por quatro atores que se alternam sucessivamente nos dois papeis, num jogo cênico em que nenhuma posição é fixa e onde a ficção está sempre sob o risco da realidade. Explora a complexidade do tema do tráfico, encarando-o de diferentes perspectivas, do seu aspecto mais brutal à sua dimensão afetiva.

Oficina – Na sexta-feira, 17, das 14h às 20 horas, a companhia teatral ministra a oficina “Trocas Marginais”. Para se inscrever, é preciso ter pelo menos 18 anos, cartão do Sesc Válido e doar três litros de leite longa vida, revertidos ao Mesa Sesc Brasil.

A oficina leva ao s participantes o preparo desenvolvido pela companhia em seus 12 anos de trabalho continuado, desenvolvendo pesquisa de linguagem sobre as tensões entre o pessoal e o coletivo, o real e o ficcional, a memória e a crítica social. Haverá improvisações e exercícios de composição conjunta que levem os participantes a transitar entre aqueles extremos e a construir breves momentos cênicos onde já não seja mais possível diferenciar o pessoal do coletivo, a memória da crítica social, o real do ficcional.

Sobre o grupo – A Cia Marginal foi criada em 2005, no Complexo da Maré (maior bairro popular do Rio de Janeiro). Reunindo artistas de dentro e fora da comunidade, ao longo de sua trajetória, o grupo produziu quatro espetáculos: Qual é a nossa cara? (2007), Ô, Lili (2011), In Trânsito (2013) e Eles não usam Tênis Naique (2015). Em sua maioria criados a partir de laboratórios de pesquisa em contextos situados (favelas, presídios, estações de trens), os espetáculos da Cia resultam de um projeto artístico de intervenção e reflexão sobre a cidade de um ponto de vista específico: suas margens, bordas, seus espaços limites e periféricos.

Serviço – O Teatro Prosa do Sesc Horto fica na rua Anhanduí, 200 e o Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. Acompanhe a programação no site sesc.ms