Menu
sábado, 23 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Economia

Bancários podem entrar em greve a partir da próxima terça-feira

A proposta da Fenaban foi de reajuste de 6,5% mais R$ 3 mil de abono para os trabalhadores

01 setembro 2016 - 09h50Por Agência Brasil

Os bancários podem entrar em greve a partir da próxima terça-feira (6). Hoje (1º), eles fazem assembleias em todo o país para decidir se vão cruzar os braços. O Comando Nacional dos Bancários indicou a rejeição da proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Entre as principais reivindicações da categoria estão reajuste salarial de 14,78%, sendo 5% de aumento real e 9,31% de correção da inflação; participação nos lucros e resultados de três salários mais R$ 8.297,61; piso salarial de R$ 3.940,24; vales-alimentação, refeição, décima-terceira cesta e auxílio-creche/babá no valor do salário-mínimo nacional (R$ 880); 14º salário; fim das metas abusivas e assédio moral; fim das demissões, ampliação das contratações, combate às terceirizações e à precarização das condições de trabalho; mais segurança nas agências bancárias e auxílio-educação.

A proposta da Fenaban foi de reajuste de 6,5% mais R$ 3 mil de abono para os trabalhadores. O Comando Nacional dos Bancários diz que essa proposta representa perda real de 2,8% (ao se descontar a inflação de 9,57%).

A categoria entregou a pauta de reivindicações no dia 9 de agosto. Já foram discutidos os temas emprego, saúde, segurança e condições de trabalho, igualdade de oportunidades e remuneração. A data-base da categoria é 1º de setembro e a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) tem validade nacional. Em todo o país, são cerca de 512 mil bancários.

Para a Fenaban, se somados o abono e o reajuste, haverá “ganho superior à inflação na remuneração do ano da grande maioria dos funcionários do sistema bancário”. “A Fenaban reafirma sua confiança no diálogo contínuo entre as partes para se chegar a um acordo de renovação da convenção coletiva de trabalho entre bancos e bancários, que é a mais abrangente e completa do país”, acrescentou a federação.

Leia Também

WhatsApp vai parar de funcionar em celulares antigos a partir de novembro
Geral
WhatsApp vai parar de funcionar em celulares antigos a partir de novembro
Rapaz procura polícia após ser removido de grupo no WhatsApp em Dourados
Interior
Rapaz procura polícia após ser removido de grupo no WhatsApp em Dourados
Frota xinga DJ Ivis de vagabundo e critica justiça por soltar agressor de mulher
Geral
Frota xinga DJ Ivis de vagabundo e critica justiça por soltar agressor de mulher
Dona cobra aluguel atrasado e casa pega fogo no Guanandi
Polícia
Dona cobra aluguel atrasado e casa pega fogo no Guanandi