TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Canacentro deverá trazer presidenciáveis para debater com o setor

Cana

27 FEV 2014
Marcelo Villalba
11h00min
Foto: Geovanni Gomes

Em clima de diversidade industrial foi aberta na manhã desta quinta-feira (27) a segunda edição do Canacentro,  o evento irá reunir nos dias 19 e 20 de março palestrantes para debater desafios, perspectivas e a produção de cana-de-açucar  no Centro-Oeste. 

O presidente da Famasul, Eduardo Riedel destacou que este ano o cronograma do evento estendeu o  convite para os concorrentes a presidência exporem suas ideias em relação ao setor da cana-de-açucar. "Aecio Neves, Dilma Rouseff e Eduardo Campos, ainda não confirmaram mas acreditamos que pelo menos dois desses devem comparecer", comenta.

Este ano serão expostos o tema “Visões de futuro”, a programação do evento coloca em pauta o mercado de açúcar e etanol, a situação econômica do setor sucroenergético, industrialização e as reformas necessárias para a competitividade do Brasil.

Para o presidente da Comissão de Bioenergia da Famasul, Luis Alberto Moraes Novaes o setor esta passando por inúmeras diversidades  e como qualquer outro tem seus altos e baixos. "Agricultura é uma atividade de altíssimo risco, a medida que promovemos a diversificação estamos gerenciando esses riscos, quando eu digo risco, falo de clima, de mercado de pragas e doenças. A diversificação é sempre presente nessas três vertentes de risco", comenta.

Neste ano o evento tem a perspectiva para atrair mais de 800 pessoas, para debater o atual panorama da produção sucroenergético da região Centro-Oeste. 

O Canacentro é realizado pela Famasul, em parceria com a Associação dos Produtores de Bionergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), e tem promoção das Federações de Agricultura e Pecuária do Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás e Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras do Estado de Mato Grosso.

O Mato Gosso do Sul, possui características para crescer ainda mais no setor conforme informou Luiz, "hoje existe unidades industriais espalhadas pelo Estado, podemos promover essas diversificações de culturas em regiões onde já se produz soja, onde há boas produtividades de pecuária, tendo espaço assim para produção de cana-de-açucar", comenta.

Segundo ele, MS é um estado que possui 8 milhões de hectares de áreas com baixa produtividade e que podem ser potencializadas,  pela verticalização das atividades.

Uma dessas verticalizações segundo a secretária de agricultura do estado11, Tereza Cristina, a produção de etanol de milho é uma vertente que vai se consolidar também.  "Uma porque vemos no milho,  um mercado extremamente volátil, tem anos que esta bom e outros ruins", explica.  E que esse setor seria mais um alternativa pelo problema logístico que existe para levar esses milhos aos portos. "Realmente o etanol de milho vai agregar muito a economia do estado, e não prejudica em nada a produção de cana de açucar temos espaço para isso, temos capacidade instalada que estão sem produção então podemos aumentar a capacidade delas sem precisar instalar novas usinas nesse momento".

Essa usina de milho que irá produzir Etanol, já esta sendo instalada no município de Chapadão do Sul e pode dar uma engrenada ao setor agrícola no estado.

Palestras - A programação do evento traz palestras do engenheiro agrônomo e doutor em Economia Aplicada da USP, Alexandre Mendonça de Barros;  do professar de Estratégia e Planejamento da UPS, Marcos Favas Neves; do diretor da Associação Brasileira do Agronegócio, Alexandre Enrico Figliolino, e do presidente da Dastagro - consultoria em açúcar e álcool, Plínio Nastari. Os palestrantes abordarão temas relacionados à competitividade, industrialização, situação econômica e oportunidades para o setor no Brasil.

Inicio - A abertura oficial do 2° Canacentro ocorre as 19h do dia 19 de março, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo. A programação de palestras e debates inicia as 8h do dia 20. Outras informações podem ser obtidas através do site www.famasul.com.br/canacentro, ou no telefone (67) 3301-8915.

O evento tem ainda o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Governo do Estado de MS, Secretaria de Estado de Produção e Turismo (Seprotur), Fundação MS, Federação das Indústrias de MS (Fiems/Sesi) e do Fórum Nacional Sucroenergético.

Veja também