ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Safra de cana-de-açúcar bate recorde mas ainda não agrada produtores

Etanol

16 JAN 2014
Marcelo Villalba
13h33min
Presidente da Biosul Roberto Hollanda Filho. Foto: Geovanni Gomes

Este ano a safra que geralmente se encerra no inicio de fevereiro, terminou mais cedo. Os dados foram divulgados, nesta quinta-feira (16)  do  fechamento da safra 2013/2014.  De acordo com o presidente da Associação de Produtores de Bioenergia de MS (Biosul), Roberto Hollanda Filho, o que mais prejudicou foi o clima.  “A chuva de junho foi a pior que a safra anterior, seguida da geada. Em agosto a correria foi grande para superar o clima instável”, comenta.

Foram 4 milhões de tonelada de cana moídas, para 10 kg por tonelada de açúcar.  Um numero recorde nuca atingido no Estado, de 41.496.041toneladas.  Um crescimento de 11,28 % de crescimento.  Em relação ao açúcar produzido nas usinas, houve uma redução de 21,42% comparada com o ano anterior.

A produtividade de açúcar tratado recuperado (ATR) teve uma redução em 7, 39%, cerca de 126,74 kg/tc .

Com 22 unidades em plena operação, teve uma produção de açúcar em 12 delas e nas outras 10 a produção de etanol e bioeletricidade.

Em relação a politica sobre os “incentivos” e financiamento do preço da gasolina no país, Roberto alega que o etanol sofre muito com isso e que quem paga por isso é a população.

 “Não defendemos preços maiores para gasolina, mas quando o mercado é reprimido de forma artificial pela Petrobras, traz prejuízos, alguém vai pagar esta conta. Esta política é equivocada".

Segundo presidente, a petroleira perdeu nos últimos anos 50% do valor de mercado, justamente porque o governo resolver tomar partida do preço da gasolina, para manter ela mais baixa.  Ele não quer que o etanol tenha regalias, mas pede direcionamentos iguais.

Em 2013 não houve nenhuma nova refinaria aberta. E para 2014 não há previsão para novos investimentos. “Aqueles que já estão no mercado investem muito em tecnologia e mudança no manejo, porém ano passado, assim como este, não há novas empresas no Estado”, aponta.

Roberto explica que o preço do etanol no mercado, fica atrelado ao valor da gasolina.  “Um carro 1.0 que utiliza três tanques por mês de etanol, vai pagar 10 reais a mais em relação à gasolina, considerando aquela comparação do poder energético de 70%”.

Veja também