TJMS AGOSTO 2022
Expo VIP Beleza
Menu
segunda, 08 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Expo VIP Beleza II
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
Economia

Distribuidora de MS é escolhida a melhor do país em Gestão Econômico-Financeira

Pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia (Abradee) ouve clientes e analisa dados operacionais

29 julho 2022 - 11h43Por Rayani Santa Cruz

Distribuidora de Mato Grosso do Sul é escolhida a melhor do país em Gestão Econômico-Financeira. Nove, das onze distribuidoras do Grupo Energisa estão entre as empresas mais bem avaliadas do Brasil, segundo a visão dos próprios clientes.

Conforme a Energisa, os dados são da “24ª Pesquisa de Satisfação do Consumidor Residencial Urbano de Energia Elétrica”, da Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), que apontou a Energisa em Mato Grosso do Sul como a melhor do Brasil em Gestão Econômico-Financeira e a segunda melhor na região Norte/Centro-Oeste. Outras três distribuidoras do Grupo também foram premiadas.

Esses resultados refletem os investimentos em melhoria de rede, automação, modernização da frota, digitalização e atendimento, que somaram, nos últimos cinco anos mais de R$ 12 bilhões investidos nas distribuidoras. Também são fruto de uma cultura centrada no cliente, fundamentada no desenvolvimento de competências e num modelo de gestão que permite antecipar tendências e trocar experiências entre as unidades.

“Esse modelo promove o efetivo compartilhamento das melhores práticas, de maneira que o progresso alcance o conjunto de empresas. Experiências bem-sucedidas são rapidamente adaptadas e disseminadas para as demais, numa abordagem em que o individual serve ao coletivo”, afirma Gioreli de Sousa Filho, Vice-Presidente de Redes do Grupo Energisa.

O executivo destaca que ganhar prêmios não é um objetivo, mas que processos como o da Abradee atuam como “sinais na estrada”. Juntamente com outras variáveis de monitoramento, ajudam a validar ou ajustar o rumo e o ritmo em direção aos objetivos de cada unidade. “O reconhecimento é também um estímulo ao trabalho de nossos mais de 20 mil colaboradores próprios e terceiros, aos quais deixo aqui meu agradecimento. Estão todos de parabéns”, destaca o Vice-Presidente de Redes.

Na pesquisa, a Abradee considera indicadores internos das empresas, do Instituto Ethos, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e do FNQ. A premiação também leva em conta a Pesquisa de Satisfação do Cliente, realizada pela Innovare Pesquisa por meio de entrevistas com clientes de todo o país.

Distribuidoras preparadas para o futuro

Presente há 8 anos em Mato Grosso do Sul, o Grupo Energisa mantém elevados investimentos no estado. Foram R$ 516 milhões em 2021. Para este ano, estão previstos R$ 620 milhões na área de concessão, um aumento de 20% em relação ao investido no ano passado.

“As distribuidoras têm o papel de garantir a segurança no fornecimento e a universalização do serviço para todos os brasileiros. Precisam de investimentos constantes nas redes para apoiar uma transição energética sustentável, com clientes capazes de escolher a fonte de energia com segurança de que não ficarão sem esse insumo essencial da vida moderna”, completa Marcelo Vinhaes, diretor-presidente da Energisa em Mato Grosso do Sul.

Para este ano, a maior parte da alocação dos recursos na distribuição será direcionada aos ativos elétricos; aumento na potência instalada, permitindo o atendimento as cargas crescentes e desenvolvimento do estado, investimento massivo em equipamentos automáticos nas redes de distribuição, reduzindo interrupções e agilizando o restabelecimento da energia aos 74 municípios atendidos pela concessão.

“Entre as obras que a Energisa está realizando na região para a melhoria e a ampliação do fornecimento de energia em Mato Grosso do Sul destacam-se: a nova Subestação Progresso, na região Sul de Campo Grande, a ampliação em Ribas do Rio Pardo com um novo setor de 138kV, a Subestação Santa Luzia 2 em Nova Alvorada do Sul, a nova Subestação Bela Alvorada, em  Paraiso das Águas, a Subestação de Vicentina, a nova Subestação Mimoso, também em Ribas do Rio Pardo, a Subestação de Tacuru e a nova Subestação Bocajá, localizada em Laguna Caarapã. Além de investimentos na expansão, reforma e interligação das redes de distribuição em 34,5 kV, focados em regiões rurais em desenvolvimento e a continuidade da automação das redes, com implantação de equipamentos telecomandados, os chamados religadores. São oito novas subestações em um ano, consideramos um recorde dentro do plano de investimentos, corroborando com nosso objetivo de cada vez mais evoluir com entregas significativas principalmente para melhoria da qualidade no campo e desenvolvimento do agronegócio”, destaca Vinhaes.

O anúncio dos vencedores ocorreu na noite desta quinta-feira (28), no auditório da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília. O resultado coloca o grupo como o mais bem avaliado do país, vencendo 8 de 15 categorias que concorreu com quatro distribuidoras vencedoras. Ano passado, a companhia também venceu 8 entre as 15 categorias da premiação, sendo 4 distribuidoras vencedoras.

(Texto da Assessoria)