(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

DOIS ANOS DE GESTÃO: Prodes injetou R$ 330 milhões na economia e criou mais de 1,5 mil empregos

Codecon chegou a aprovar R$ 563,6 milhões em projetos para o Prodes

19 ABR 2019
Rodson Willyams
09h30min
Foto: Arquivo TopMidiaNews

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) oportunizou a criação de mais de 1.592 empregos diretos em dois anos de administração e a cidade recebeu investimentos de R$ 330 milhões por meio do Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande). 

Segundo informações da prefeitura, no período, foram aprovados 44 projetos, sendo 26 em 2017, totalizando R$ 170 milhões em investimentos, e mais 18 no ano passado, chegando em mais R$ 160 milhões aplicados no município.

Vultuosos, os números poderiam ser até maiores, uma vez que o Codecon (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Campo Grande) - que analisa a viabilidade dos projetos - aprovou propostas com investimentos que passam de meio bilhão reais - R$ 563,646 milhões. 

Em 2019, o Codecon analisou sete projetos, que representam R$ 89,6 milhões em futuros investimentos e criação de 295 empregos diretos. Mas, de acordo com a Segov (Secretaria Municipal de Governo), "apenas um projeto de concessão de benefício está sendo encaminhado ao Legislativo". Os outros estão sendo preparados "para encaminhamento imediato". 

No momento não há nenhum projeto tramitando na Câmara Municipal. Mas a prefeitura explica que, a partir da hora que: "a Segov encaminha os projetos sempre com pedido de urgência; o Legislativo analisa e aprova os projetos num período de cerca de 45 dias".

Trâmites
 
Os projetos que entram pela Sedesc  (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia) através da Lei do Prodes, após aprovados pelo Codecon, são encaminhados à Câmara pela Segov (Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais). Dessa fase em diante é possível acompanhar o andamento do processo no Legislativo somente através do site oficial da Câmara.

Veja também