Menu
quinta, 26 de novembro de 2020
Economia

Em MS, exportações de carne de aves disparam com rígido protocolo de biossegurança

As operações externas nos primeiros seis meses deste ano somaram US$ 126,27 milhões

08 julho 2020 - 10h40Por Rayani Santa Cruz

Uma boa notícia para a economia de Mato Grosso do Sul: as exportações de carne de aves no primeiro semestre de 2020 aumentaram 25,34% em termos de valor, na comparação com o mesmo período de 2019. As operações externas nos primeiros seis meses deste ano somaram US$ 126,27 milhões, enquanto que no ano passado foram de US$ 100,74 milhões.

Conforme o Portal do MS, os dados são da Carta de Conjuntura do Setor Externo do mês de junho, publicada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

“Foram exportadas 23 mil toneladas a mais de carne de aves no primeiro semestre de 2020. Estamos aumentando nossa produção e se posicionando no mercado internacional. Tudo isso é resultado da política de fomento à avicultura implantada pelo Governo do Estado, ao diálogo permanente com o setor e à adoção de rigorosos protocolos de biossegurança”, comenta o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

Protocolos de segurança

Hoje, Mato Grosso do Sul tem a China como principal parceiro comercial, que representa 50% do total das exportações do Estado em 2020. Para preservar esse mercado, a administração estadual tem estabelecido protocolos de biossegurança para todos os setores industriais, com participação efetiva setor publico e privado. 

“Criamos o programa Proseguir e um programa de saúde e segurança na economia. Aqui no Estado, as indústrias credenciadas para exportação são monitoradas e os padrões de biossegurança tem mostrado resultados positivos. O Governo tem como meta estratégica a manutenção do credenciamento de unidades industrias para exportação, inclusive para a China, dada a sua importância na pauta de exportação e na geração de empregos. Para isso, precisamos cuidar dos protocolos e da saúde das pessoas. Todas as vidas importam”, reforça Jaime Verruck.

O titular da Semagro lembra que os órgãos sanitários estaduais e federais têm monitorado a produção da indústria nesse período de pandemia da Covid-19 e orientado com relação aos protocolos de biossegurança a fim de que não haja prejuízo às operações externas. “Na questão da carne de aves, a China também é o principal destino das nossas exportações e estamos acompanhando de perto o setor. Em Dourados, por exemplo, temos a BRF, que gera mais de 1500 empregos, tem apresentado crescimento das exportações de carne de aves e demonstrado como os protocolos de biossegurança apresentam resultados satisfatórios”, finalizou o secretário.

Parceiros comerciais
 
As carnes de aves representaram, no primeiro semestre de 2020, 4,27% do total das exportações sul-mato-grossenses, sendo que os principais destinos do produto, nesse período, foram a China (23,74%); Japão (18,81%); Emirados Árabes Unidos (7,49%); Cingapura (6,67%) e Kuweit (4,03%). Em relação aos demais estados produtores, Mato Grosso do Sul é o segundo maior exportador de carne de aves do Centro-Oeste – o sexto maior do país.

Leia Também

Que pena! Celeiro de craques, Copa São Paulo de Juniores 2021 está cancelada
Geral
Que pena! Celeiro de craques, Copa São Paulo de Juniores 2021 está cancelada
Salários dos servidores estaduais de MS será depositado nesta sexta-feira
Economia
Salários dos servidores estaduais de MS será depositado nesta sexta-feira
Pastelaria e garaparia são incendiadas em MS
Interior
Pastelaria e garaparia são incendiadas em MS
Funcionários de fazenda são mortos em ação da PM em Goiás; patrões falam em engano
Geral
Funcionários de fazenda são mortos em ação da PM em Goiás; patrões falam em engano