Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Governo vai monitorar preços praticados no período da Copa do Mundo 2014

Fiscalização

18 OUT 2013
Aline Oliveira
19h15min
Divulgação

Na última quinta-feira (17), o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo anunciou que o governo  irá monitorar preços, tarifas e qualidades dos serviços na Copa do Mundo de 2014. Os setores que apresentarem elevação de preços excessivos ou qualidade insuficiente serão fiscalizados e multados se configurarem atos ilícitos.

 

Cardozo descartou qualquer possibilidade de tabelamento de preços, mas afirmou que empresários serão chamados pelo governo para debater a melhor forma de avaliação dos serviços durante o mundial.

 

Segundo o ministro da Justiça, o Brasil é um país historicamente acolhedor e que oferece a estrangeiros e turistas internos o melhor tratamento possível."Por esta razão, é fundamental que na Copa do Mundo mostremos o mesmo padrão de acolhimento e carinho", disse Cardozo. "Queremos zelar para que tenhamos qualidade e preços e tarifas justos. Não podemos tolerar abusos", acrescentou.

 

O ministro não quis comentar, pontualmente, casos de preços abusivos de passagens aéreas e hotelaria que estão sendo relatados pela imprensa em grandes eventos como a Rio+20 e a Copa das Confederações. Mas reconheceu que, sobre essa questão, o governo precisou conversar com empresários do setor hoteleiro durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, realizada no ano passado na capital fluminense."Seria leviano tecer qualquer juízo de valor antes de uma análise mais completa. Fizemos análise da situação sem nos ater em casos específicos. Isso será feito durante o funcionamento do comitê", afirmou.

Veja também