TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
quinta, 30 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Economia

Mais de 104 milhões têm pedido negado para receber 600tão

O auxílio será pago em três parcelas durante a crise do novo coronavírus aos informais

11 abril 2020 - 13h51Por Nathalia Pelzl

Mais de 104 milhões de pessoas tiveram o pedido para receber o auxílio emergencial de 600 reais negado. Mais de 31,5 milhões de brasileiros concluíram cadastro até sexta-feira à noite.

Segundo a Caixa Econômica Federal, neste grupo estão desde aqueles que não têm direito porque não estão no Cadastro Único do governo federal, fraude ou desinformação em relação aos critérios exigidos.

Os pedidos, conforme divulgado pelo Estadão, são analisados pela Dataprev, empresa de tecnologia ligada ao Ministério da Economia, com apoio ainda do Banco do Brasil.

O auxílio emergencial de R$ 600 será pago em três parcelas durante a crise do novo coronavírus a trabalhadores informais, intermitentes inativos, autônomos e mulheres que são chefe de família.

O trabalhador não pode receber aposentadoria, seguro-desemprego ou ser beneficiário de outra ajuda do governo. Também não pode fazer parte de programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família.