Menu
quarta, 28 de outubro de 2020
Economia

Retirada de crédito em etanol para adição à gasolina não muda preços

Combustíveis

24 dezembro 2013 - 18h58Por Valor Econômico

O secretário-executivo interino do Ministério da Fazenda, Dyogo Henrique de Oliveira anunciou ontem (23), que a alteração tributária envolvendo créditos de PIS/Pasep e Cofins na compra de álcool anidro para adição à gasolina não gera alteração de preço nos combustíveis, renúncia fiscal ou aumento de tributação.

 

De acordo com o secretário, foi feita uma adequação da legislação com a nova norma tributária do setor, que concentrou o recolhimento dos impostos, bem como os créditos, no produtor de etanol. “Como na sistemática atual todo o crédito já está concentrado no produtor não faz sentido esse crédito para o distribuidor, pois a saída do produto do distribuidor já tem alíquota zero”, afirmou Oliveira.

 

“É só uma adequação da legislação para eliminar esse decreto que estava incoerente com a tributação do setor. Não afeta o preço da gasolina, não afeta PIS/Cofins da gasolina, do etanol. Não tem impacto inflacionário, não tem impacto nos tributos e não tem impacto nos preços”, explicou.

 

Decreto no Diário Oficial da União trouxe que as aquisições de álcool anidro para adição à gasolina não vão mais gerar créditos relativos à Contribuição para o Programa PIS/Pasep e à Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). O governo editou decreto zerando o valor por metro cúbico que até então podia ser abatido no recolhimento desses tributos por empresas do setor de combustíveis.

 

Fonte: Valor Econômico

Leia Também

Sinpol apoia combate à covid e vai fazer testes em policiais no feriadão em Bonito
Cidades
Sinpol apoia combate à covid e vai fazer testes em policiais no feriadão em Bonito
Juiz nega recurso e mantém candidatura do PCO barrada em Campo Grande
Cidade Morena
Juiz nega recurso e mantém candidatura do PCO barrada em Campo Grande
Apesar da promessa, governo diz que não tem previsão de pagar 13º do Bolsa Família
Geral
Apesar da promessa, governo diz que não tem previsão de pagar 13º do Bolsa Família
Em horário noturno, candidatos citam distritos e corredor de ônibus em Campo Grande
Cidade Morena
Em horário noturno, candidatos citam distritos e corredor de ônibus em Campo Grande