Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
REFIS SAUDE
Economia

Produtores de soja de seis estados afetados pela seca poderão renegociar dívidas

Os produtores de soja do Centro-Oeste só poderão renegociar as operações de investimento

14 setembro 2016 - 21h06Por Agência Brasil

Produtores de soja da Região Centro-Oeste e de cinco estados – Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Piauí e Tocantins – poderão renegociar dívidas de crédito rural. Em reunião extraordinária, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (14) a prorrogação dos empréstimos de custeio e de investimento que venceriam este ano por causa da seca que afetou a produção do grão nesses locais.

Só poderão ser renegociadas as operações de crédito rural contratadas em municípios que tenham decretado estado de emergência ou de calamidade pública a partir de 1º de janeiro do ano passado no Espírito Santo. Nos demais estados, o prazo conta a partir de 1º de outubro do ano passado.

Para os municípios do Espírito Santo e da região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), a renegociação valerá para as linhas de crédito de custeio – manutenção da lavoura – e investimento – compra de máquinas, equipamentos e realização de obras nas propriedades rurais. Os produtores de soja do Centro-Oeste só poderão renegociar as operações de investimento.

As parcelas das operações de custeio poderão ser pagas em até cinco anos. As operações de custeio prorrogado e investimento poderão ser quitadas até um ano depois do vencimento final do contrato.

Leia Também

Taxista de 57 anos morre de covid-19 em Corumbá
Interior
Taxista de 57 anos morre de covid-19 em Corumbá
ATENÇÃO: serviços de delivery podem funcionar sem restrições durante toque de recolher
Cidade Morena
ATENÇÃO: serviços de delivery podem funcionar sem restrições durante toque de recolher
Depois de Campo Grande, deputado quer ‘kit covid’ para todo Mato Grosso do Sul
Saúde
Depois de Campo Grande, deputado quer ‘kit covid’ para todo Mato Grosso do Sul
Estudo do PT mostra que fatia dos 'decepcionados com Bolsonaro' votaria nele novamente
Geral
Estudo do PT mostra que fatia dos 'decepcionados com Bolsonaro' votaria nele novamente