Menu
sexta, 23 de outubro de 2020
Economia

Petrobras revela que reajuste dos combustíveis não será automático

Combustíveis

04 dezembro 2013 - 19h30Por Redação


A Petrobras esclareceu nesta quarta-feira (4), alguns pontos de sua nova metodologia para determinar os preços dos combustíveis, mas permaneceu não revelando a fórmula adotada. A estatal disse que, no cálculo, é levado em conta o preço de referência dos derivados no mercado internacional, a taxa de câmbio do momento e a origem do produto vendido — se importado ou refinado no Brasil.

 

A companhia informou, contudo, que mesmo com essa equação, os reajustes dos preços não serão automáticos. A empresa esclareceu que o novo método permite determinar faixas de preços conforme as ponderações explicadas e que caberá à diretoria-executiva decidir sobre mudança ou não no valor da gasolina e do diesel.

 

A fórmula, afirmou a empresa, confere à diretoria “poder discricionário à luz da dinâmica dos merca dos doméstico e internacional”. O anúncio feito na semana passada, porém, reforça a posição da estatal de não repassar ao mercado interno a instabilidade dos combustíveis no âmbito internacional.

 

O comunicado foi enviado ao mercado em resposta a questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre a metodologia adotada. Na sexta-feira passada, o conselho de administração da Petrobras aprovou a fórmula e informou que o objetivo era alcançar convergência entre preços domésticos e externos “em prazo compatível” com o objetivo de reduzir a alavancagem da petrolífera em dois anos.

 

O texto ainda cita especulações de mercado de que Maria das Graças Foster, presidente da estatal, estaria de saída da empresa. “A Petrobras refuta qualquer afirmação desta natureza”, garantiu. A executiva já deixou bem clara a necessidade de se buscar a redução da defasagem dos preços para retomar o fôlego financeiro do grupo, sendo que o governo, controlador da estatal, tenta impedir que reajustes tenham impacto na inflação.

 

Fonte: Valor Econômico

Leia Também

Foi pressão? Anvisa libera 6 milhões de doses da vacina chinesa em SP
Geral
Foi pressão? Anvisa libera 6 milhões de doses da vacina chinesa em SP
Pode isso Arnaldo? FETEMS escolhe petista para mediar debate
Cidade Morena
Pode isso Arnaldo? FETEMS escolhe petista para mediar debate
Para eleger sucessor, prefeito de Costa Rica triplica gasto com publicidade
ELEIÇÕES 2020
Para eleger sucessor, prefeito de Costa Rica triplica gasto com publicidade
Pandemia ou anti-vacina? Campanhas para imunizar crianças patinam em Campo Grande
Saúde
Pandemia ou anti-vacina? Campanhas para imunizar crianças patinam em Campo Grande