A+ A-

domingo, 19 de maio de 2024

Busca

domingo, 19 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Economia

29/09/2017 13:21

A+ A-

Reinaldo nega venda da Sanesul, mas diz que estuda parceria público-privada para empresa

Objetivo seria ampliar capacidade de investimento e elevar os índices de saneamento do Estado

O governador Reinaldo Azambuja, do PSDB, negou nesta sexta-feira (29) que o Governo do Estado não tem interesse em privatizar a Sanesul (Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul), ao contrário como ocorre com outra concessionária a MSGÁS (Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul). No entanto, não descarta fazer uma parceria público-privada para a empresa.

"As pessoas confundem parceria público-privada com privatização. A Sanesul é uma empresa que está se fortalecendo. E nós estamos procurando ampliar a capacidade de investimentos para a expansão de coletas e tratamento", pontuou.

Reinaldo apontou que esteve em Brasília nesta semana, e que o governo tenta junto ao Ministério das Cidades, contrair um empréstimo para investimento no setor de saneamento em Mato Grosso do Sul.

"São R$ 276 milhões que o governo tenta emprestar para atender 30 municípios para instalar a coleta e tratamento. Dos 45% poderíamos aumentar em 75% a cobertura".

Investimentos próprios

Azambuja participou de um evento em que deu ordens de serviços e autoriza abertura de licitação de obras de ampliação dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário que contemplam os municípios de Aquidauana, Bonito, Camapuã, Chapadão do Sul, Corumbá, Coxim, Dourados, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Ivinhema, Jardim, Laguna Caarapã, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Porto Murtinho, Rio Brilhante, Santa Rita do Pardo, Sidrolândia e Três Lagoas. O investimento, na maioria de recursos próprios da Sanesul, chega R$ 59.450.302,99.

Na cerimônia foram entregues ainda seis caminhões e uma van, adquiridos por R$ 3,7 milhões; e inauguradas as obras de um poço tubular de 300 metros e do arquivo central da Sanesul, que totalizam R$ 420 mil de recursos.

Além da autorização para início das obras de pavimentação de 3.000 m² do pátio do Complexo Operacional, em Campo Grande no valor de R$ 180 mil, e para compra de 15 caminhões basculantes com carrocerias, que somados chega R$ 2,3 milhões. Ao todo, no evento de hoje, os investimentos somam R$ 66 milhões.

Por fim, o governador ainda afirmou que a empresa faz um investimento que chega a R$ 800 milhões. "Para levar água, tratamento de esgoto. Além de entregar veículos e equipamentos para melhorar o atendimento dos 68 municípios que estão sob a sua concessão". 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO