(67) 99826-0686
Origem - entregas

Anac autoriza 1.973 novos voos para Copa do Mundo

Mudanças

17 JAN 2014
Redação
09h06min
Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou as companhias aéreas brasileiras a operarem 1.973 voos durante o período da Copa do Mundo, entre junho e julho deste ano. A agência aprovou também autorização para alterar cerca de 78 mil voos já existentes. O número de voos modificados e criados representam 42% da malha aérea brasileira.

Segundo a Anac, 25 aeroportos serão utilizados para receber os voos, sendo 12 em cidades sede e outros 13 em cidades a pelo menos 200 km de distância do local dos jogos. A rota nacional mais solicitada pelas empresas, em número de passageiros, foi Brasília-Guarulhos, com 262 novos voos. A internacional foi entre o principal aeroporto da Argentina, Ezeiza, e o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Só na final da Copa do Mundo, deverão ser ofertadas, ao todo, mais 25 mil passagens para os aeroportos do Rio de Janeiro nos dias 12, 13 e 14 de julho. Para a abertura da Copa, os aeroportos de Viracopos, em Campinas, e o aeroporto de Guarulhos poderão receber mais 20.004 passageiros, enquanto Brasília poderá receber mais 15.115 para a partida entre Brasil e Camarões. 

Os 1.973 voos extras representam 1% da malha aérea atual. As modificações autorizadas pela agência ainda ganharão acertos finais com as companhias aéreas e podem sofrer alterações. A Anac não informou o número de novos voos por companhias aéreas, mas as quatro principais empresas do Brasil – TAM, Gol, Azul e Avianca – solicitaram aumentar a frequência das viagens.

A ampliação da malha aérea durante a Copa do Mundo passou a ser estudada depois de notícias sobre os preços elevados das tarifas. Em outubro, o governo montou um comitê para monitorar preços e serviços praticados durante o Mundial.

As empresas aéreas poderão começar a vender passagens dos voos novos e alterados a partir desta sexta-feira (17), se não tiverem de fazer modificações solicitadas pela Anac. 

Veja também